COMER, BEBER e AFINS: Rio Preto tem Chefs de gastronomia especial para atender alérgicos

A pizza de frango especial para os alérgicos

No próximo 17 de agosto, os chefs Babi Oliveira e Vladimir Plaza (nossos entrevistados nesta edição) realizam um workshop sobre Leites vegetais. Os dois são especializados em gastronomia especial, aquela que produz alimentos para quem sofre com intolerância à lactose, é celíaco, aplv ou é vegano (não come nada de origem animal).

Não pense que são comidas pouco saborosas. Estivemos experimentando manteiga vegana e pão australiano (sem glúten e sem leite) e o sabor é ótimo.

Os chefs também produzem lasanhas, brigadeiros, estrogonofe e salgadinhos especiais para quem tem intolerância ao leite ou é vegano ou celíaco.

“Nossa intenção é incluir essas pessoas na mesa. Tenho intolerância à lactose e fui atrás de produzir meu próprio alimento,” conta o Chef Vladi, que deixou a carreira de engenheiro de produção para criar pratos. “Adoro cozinhar”, revela.

A chef Babi, sua parceira, iniciou no ramo pelo mesmo caminho: suas duas filhas e seu marido são intolerantes à lactose e ela, que é bancária, foi em busca de pratos para atendê-los, foi aí que virou chef. Ela e Vladi agora são personais chefs, que vão na casa das famílias para resolver a falta de opções no cardápio.

Se você pensou que nunca poderia comer bem por ser celíaco, vegano ou intolerante à lactose, seus problemas acabaram. Os dois chefs oferecem cardápio variado e muito saboroso. Vladi e Babi estão disponíveis para palestras, workshops e como personal chefs.

O estrogonofe é feito com creme de leite sem lactose

Para conhecer a gastronomia especial, participar do workshop de Leites vegetais,
contratar os chefs ou encomendar comidas especiais, ligue (17) 98115-0600.

O workshop Leites vegetais será dia 17 de agosto com duas turmas, a primeira das 9 às 12 horas e a segunda das 15 às 18 horas, na Rua José Piscerni, 151, Jardim Panorama. O custo é R$ 35.

Conversa com os Chefs: 

Vladimir Plaza e Bárbara Oliveira

Eles são dois Chefs especialistas em comidas para pessoas que têm restrição a leite, e outras, conforme explicamos na matéria desta página. Vladi tem 53 anos, é de Monte Azul Paulista e descobriu a paixão pela gastronomia cozinhando para os amigos e família. Ele iniciou na área produzindo marmitas fit e hoje produz apenas comidas sem leite, ovos e proteína de soja e também vegana.

Bárbara Oliveira, a Babi, tem 34 anos e é carioca de Duque de Caxias. Ela conta que sempre teve paixão pela gastronomia.

“Porém, após o nascimento das minhas filhas, ambas com alergia alimentar, o prazer de cozinhar encontrou a necessidade, já que não encontrava opções seguras no mercado para que elas pudessem se alimentar com variedade e qualidade”.

Assim, após conhecer o Chef Vladi, a dupla se uniu para atender esse seleto mercado de pessoas que muitas vezes se sentem excluídas da boa gastronomia. Eles explicam nessa entrevista um pouco desse universo.

Comer, beber e afins em Rio Preto – O que é gastronomia inclusiva ou especial?
Chef Valdi/ Chef Babi – É a arte de criar ou desenvolver receitas sem alguns dos ingredientes da gastronomia tradicional, como a farinha de trigo, ovos, leite, manteiga, entre outros. Nesse aspecto é necessário não somente se preocupar com o sabor semelhante, mas também com a textura, que precisa estar mais próxima possível dos pratos dessa gastronomia tradicional, permitindo assim que as pessoas se sintam incluídas, podendo compartilhar o alimento como todos.

Comer, beber e afins – Existem opções para todo tipo de comida que substitua leite e seus derivados e também os alimentos que possuem glúten?
Chef Vladi/Babi – É sempre um desafio a ser vencido quando aparecem as necessidades, pois não medimos esforços para que seja possível. Até agora conseguimos bons resultados nas substituições.

Comer, beber e afins – Qual é sua melhor criação enquanto Chef de comidas especiais?
Chef Vladi/Babi – A melhor criação que temos, é sempre aquela que faz com que as pessoas tenham a oportunidade de comer aquilo que normalmente elas não poderiam, e se sentirem satisfeitas com isso.

Comer, beber e afins – Você considera que há um vasto universo a ser descoberto na gastronomia para as pessoas que tem rejeição por determinados alimentos?
Chef Vladi/Babi – O universo que existe a ser descoberto é enorme, inclusive quando falamos de novos sabores, novas texturas que muitos alimentos não tão conhecidos ou utilizados podem trazer.

Comer, Beber e afins – Qual é seu projeto nessa área de gastronomia especial?
Chef Vladi/Babi – Nós queremos levar a inclusão alimentar em vários níveis, através de fornecimento de uma alimentação natural e saudável para consumidor final e também para lojas e eventos, cursos online e presenciais, consultoria, atendimento como personal chef e à necessidades específicas.

Comer, beber e afins – Você é um engenheiro de produção que deixou a profissão para se dedicar à gastronomia. Isso é um privilégio, um desafio ou…
Chef Vladi – É uma missão. É dessa forma que vejo, e a Chef Babi também, pois o mundo precisa repensar a forma de se alimentar, de como tratamos nosso corpo, e as alergias estão aí para nos fazer pensar nisso, e podemos contribuir com isso.
Sigam os chefs no Instagram: @chefvladi e @chef.babi

Por ELLEN LIMA 

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS