Comer, Beber e Afins: Personal Chef une casais

Helena e Rudnei em ação: casal faz sucesso com seu Capim Limão Gastronomia

Neste mês dos namorados a coluna foi conversar com casais que decidiram viver de gastronomia. Eles estão juntos na cozinha, nos eventos, no preparo dos pratos e assim dividem a vida à beira do fogão e fora da cozinha. Alguns começaram no ramo por acaso e se surpreenderam com o resultado. É o caso do jovem casal Helena Signorini e Rudnei Machado, da Capim Limão Gastronomia.

Chef Kleber Lemechewsky: a união fortalece o negócio

Ela tem 25 anos e é formada em hotelaria, ele tem 31 anos e é formado em gastronomia pelo Senac. Eles começaram cozinhando para amigos e logo estavam oferecendo o serviço
de personal chef. “Nosso trabalho evoluiu muito rápido e de personal chef já somos um buffet de eventos residenciais, aniversários e casamentos. Já atendemos eventos de grande porte”, comemora Helena.

O casal revela que houve momentos em que a atividade em conjunto ameaçou desgastar o relacionamento. “Nós tivemos que aprender com essa condição de sempre estar juntos e aprender a conviver sem desgastar nossa relação”. O casal comemora bons resultados e
avalia que Rio Preto oferece muitas oportunidades na área.

Helena e Rudnei em ação:
casal faz sucesso com seu Capim Limão Gastronomia

“Estamos numa fase muito boa, tivemos um grande crescimento num período curto de
tempo. Estamos com agenda lotada e muito felizes, acreditando no sucesso”. O chef Kleber Lemechewsky, sócio-proprietário da escola de gastronomia Le Grand Chef, afirma que
existe falta de personais chefs em Rio Preto. “O personal chef leva o restaurante à sua casa e sai muito mais barato, compensa porque é muito mais economia mesmo. O chef prepara
o prato que você escolher no lugar que você quiser”.

Sobre os casais que estão prosperando com o ramo gastronômico ele comenta que a união facilita o negócio porque um complementa o outro. “Um sempre tem uma vocação maior para sobremesa, outro para prato principal. Unindo essas forças o resultado é melhor
ainda”, resume. Ou seja, casal que trabalha junto na cozinha acaba conquistando sucesso, como aconteceu com Helena e Rudnei.

Chef Rodrigo Bueno:
o mercado de personal
chef está aberto

O Chef Rodrigo Bueno, que é professor de gastronomia no Senac Rio Preto, considera que para ter sucesso como personal chef é preciso primeiro passar pela cozinha de grandes
chefs (em grandes restaurantes) para ter desenvoltura quando o cliente pedir um prato de alta gastronomia.

“O mercado de personal chef está aberto. As pessoas pedem esse profissional, mas não encontram profissionais

O casal Helena e Rudnei comandou
o buffet do próprio casamento

qualificados e que cobrem preço justo, quem tem essa experiência se sai bem”, define.

É o caso do casal Rebeca Passareli (26 anos) e Marcelo Emídio (31 anos), da Manuê Gastronomia. Eles são destaque nesta edição e começaram na cozinha do Chef Ashok Korapati do restaurante Losteria Rio Preto. Eles são mais um casal que une amor e gastronomia no mesmo prato e estão em plena ascensão, conforme revelam em entrevista
nesta página.

Tartar de salmão
com guacamole do
chef Rudnei

Para contratar os serviços da Capim Limão Gastronomia, ligue (17) 99767-2373. Para aulas de gastronomia na Le Grand Chef, ligue (17) 3235-1136. Para aulas de gastronomia
no Senac Rio Preto, ligue (17) 2139-1699.

 

 

CONVERSA COM OS CHEFS

REBECA PASSARELI E MARCELO EMÍDIO

Rebeca Passareli, 26 anos, é paulista, formada em Publicidade e Marcelo Emídio, 31
anos, é mineiro formado em gastronomia. A união dos dois se deu porque ela tinha a gastronomia como paixão.

Foi exercitar isso na Austrália e, no retorno ao Brasil, começou a trabalhar no restaurante
Losteria e lá estava Marcelo, atuando como chef assistente. A partir daí Rebeca e Marcelo se definem como parceiros nos negócios e na vida e, juntos, comandam a Manuê gastronomia.

Eles conversaram com a coluna sobre a vida a dois e … comida. E ela falou pelo casal.

Comer, Beber e afins em Rio Preto – Ser mulher do Chef é uma experiência compensadora?
Rebeca Passareli – Sim. Apesar das dificuldades de tempo e de trabalhar em dias nos
quais as pessoas estão festejando e comemorando, a gente consegue estar juntos, né.
Quando não estamos trabalhando também conseguimos compartilhar momentos, aí a
gente cozinha junto.

Comer, Beber e afins – Trabalhar em casal é uma boa opção no ramo da gastronomia?
Rebeca – É uma ótima opção. A gente consegue aproveitar o tempo juntos para também se divertir. Quando a gente trabalha com terceiros a gente se torna um pouco mais distantes, mas no nosso caso é uma vantagem porque a gente se dá super bem.

Comer, Beber e afins – Qual a expertise do casal?
Rebeca – Nossa especialidade é gastronomia clássica. Nossas receitas são inspiradas na
gastronomia clássica com um toque contemporâneo. Por exemplo, uma receita de Tiramisú
a gente segue à risca a receita, mas muda a forma de apresentação e detalhes, gostamos
muito de ingredientes brasileiros e colocamos essa brasilidade nas nossas receitas. A gente
também desenvolve pratos autorais inspirados na gastronomia mundial.

Comer, Beber e afins – Vocês pensam em comandar uma cozinha própria, abrir um
restaurante?
Rebeca – Sim. Esse é nosso sonho, queremos muito isso. Enquanto não conseguimos  amos atuando como personais chefs.

Comer, Beber e afins – Quais os desafios que enfrentam para manter a agenda de
personais chefs?
Rebeca – Ser personal chef é um desafio e tanto. Demanda muita organização e confiança
nas pessoas que vão trabalhar com você. Pode acontecer dois eventos num mesmo
dia e a gente tem que se organizar com cardápio, louça e todo o passo-a-passo. É mais
desgastante. É uma correria, a gente não para.

Comer, Beber e afins – Qual sua dica para quem pensa em trabalhar com gastronomia a dois?
Rebeca – É preciso ter consciência de que não basta apenas cozinhar. Cozinhar bem é muito importante, mas só o talento não adianta. Tem que ter dedicação, ser eficaz e agir como um empresário. E num casal você tem que ter um parceiro no qual confia e acredita, ter muita paciência e respeito um com o outro. Para contratar a Manuê Gastronomia, ligue (17) 98103 – 3264

 

Por Ellen LIMA

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS