Comando da PM afasta policial acusado de agredir grávida

Vídeo registra momento que policial militar dá um tapa na cara da mulher (Foto: Reprodução)

Um vídeo circulando nas redes sociais registrou um policial militar agredindo uma mulher grávida durante uma abordagem, no bairro Santo Antônio, em Rio Preto. O caso ocorreu na tarde desta terça-feira (4).

Nas imagens, o PM está em cima da gestante de cinco meses e é agredida com um tapa no rosto. Ela ainda teve a barriga pressionada pelo joelho do policial e foi enforcada pelo pescoço.

Dhoje Interior

Moradores que estão em volta pedem para que soltem a mulher e alerta o policial que ela está grávida. “Libera ela, moço! Para de pisar na barriga dela, ela tá gravida”, disse uma mulher no vídeo.

Enquanto as mulheres gritavam por socorro, o policial militar fala que a mulher está presa e diz para ela parar de bater nele. Ele ainda tenta algema-la no chão.

Um boletim de ocorrência foi registrado por resistência e tráfico de drogas na Central de Flagrantes. Porções de maconha e dinheiro foram apreendidas com um adolescente.

Já a mulher foi socorrida para um Hospital da Criança e Maternidade (HCM), que não diagnosticaram dano algum à gestante e ao feto. A paciente também passou por atendimento no Hospital de Base para exames na face.

Por meio de nota,  o comando do 17° Batalhão da Polícia Militar do Interior informou que já  determinou o afastamento  imediato do policial flagrado em desvio de conduta em abordagem a uma mulher grávida que resistiu a prisão durante uma ocorrência de tráfico de drogas nesta terça-feira(4), no bairro Santo Antônio, em Rio Preto.

A PM já instaurou um inquérito policial militar (IPM) para apurar o ocorrido. A mulher foi encaminhada para exames médicos em uma unidade de saúde local.