Com R$ 356,5 milhões, Educação investe em infra e contratações

Divulgação SMCS

O orçamento da Secretaria Municipal de Educação para este ano é de R$ 356,5 milhões, o maior da Prefeitura de Rio Preto. Com dinheiro em caixa, 2019 começa com investimentos maciços em infraestrutura e contratações de docentes e profissionais do setor.

“Fechamos 2018 com 40.300 alunos. Em fevereiro agora vamos fechar os números de 2019. Em 2017, quando o prefeito Edinho assumiu a Prefeitura, tínhamos 33.600 alunos na rede municipal. No ano passado, foram 40.300. Aumento populacional da cidade e qualidade do ensino oferecido são os dois fatores mais importantes para o crescimento. Fora a crise econômica que levou muitas famílias a tirarem seus filhos da rede particular e matricular na pública”, informa a secretária Sueli Costa.

ANO LETIVO E INVESTIMENTOS

As aulas na rede municipal rio-pretense terão início em 5 de fevereiro. Os professores voltam no dia 1º e fazem cinco dias de planejamento escolar. “Vamos ter neste ano mais 495 professores concursados, assim como 24 coordenadores pedagógicos, três diretores de escola e três supervisores de ensino. Todos aprovados em concurso. E mais 390 professores admitidos em caráter temporário através de processo seletivo”, salienta Sueli.

Com mais de 1.900 salas de aula, a Secretaria de Educação está investindo em blocos para adaptar os prédios das escolas com a rede elétrica suficiente para a instalação de ar condicionado nas salas.

É o caso da E.M. Aparecida Honsi Sales Cunha, no Jardim Antunes, que está com licitação aberta para contratação de mão-de-obra com fornecimento de materiais e equipamentos para reforma e readequação das instalações elétricas e demais sistemas complementares, visando instalação de climatização. O valor do serviço é R$ 548.587,18, com prazo de execução de 180 dias.

“Muitos prédios não têm carga de energia suficiente para suportar os aparelhos. Foram comprados mais de 1.000 ventiladores, mas eles apenas amenizam o calor. O projeto é continuar investindo nas adaptações de todos os prédios para instalar gradativamente os aparelhos de ar condicionado em todas as salas”, destaca a secretária.

Segundo ela, ainda no primeiro semestre chegam 20 novos ônibus escolares comprados para ampliar a frota do transporte de alunos e substituir os mais antigos.

A Pasta passou a Merenda Escolar para o Programa Alimenta Rio Preto, da Secretaria de Agricultura. Junto com a transferência foi feito o repasse de R$ 23 milhões do orçamento.

Com previsão orçamentária de R$ 403.491,91 e prazo para execução de 60 dias, está sendo licitada pela Educação a adequação do sistema de prevenção e combate a incêndio em 23 unidades escolares.

“Está em andamento o processo de pintura das escolas. No ano passado, foram recuperadas as pinturas de 42 escolas, investimento de mais de R$ 1,3 milhão. Este ano também marca a volta dos Anjos da Escola, com 260 postos de trabalho e investimento de R$ 7,1 milhões. Já estão contratados e em treinamento”, finaliza Sueli.

Por Daniele Jammal

 

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS