Com forro do plenário comprometido, sessão da Câmara será no auditório

Foto- Cláudio Lahos

A Câmara de Rio Preto passa por obras desde novembro do ano passado e as reformas no prédio do legislativo implicarão na transferência das primeiras sessões de 2019 para o terceiro andar, o auditório. A empresa J.A. Tineli Marques, responsável pelas obras na Câmara Municipal, apontou deterioração do forro do plenário. A troca do forro não consta na lista de melhorias do local. Com isso, o valor de R$ 800 mil terá um novo acréscimo.

Segundo o novo presidente da Câmara, Paulo Pauléra (PP), a previsão de entrega do plenário será para o mês de março. Além da troca do forro, o espaço também contará com a troca da iluminação e fiação elétrica. O valor total da obra na câmara será aumentado em R$ 30 a R$ 35 mil.

“A empresa responsável pela obra detectou que o forro estava deteriorado e a necessidade de troca, após retirar o telhado do prédio. É uma despesa que não estava programada, mas que precisa ser realizada”, relata Pauléra.

No dia 19 de dezembro de 2018, o plenário da Câmara ficou alagado devido forte chuva. A água encharcou o tapete do prédio diante de diversas goteiras na estrutura.

No edital da Câmara, estão promovidas melhorias nos banheiros e telhado, locais que apresentavam pontos de vazamento; além das reformas nos gabinetes dos vereadores, mudanças na fachada do prédio, instalação de porta de entrada automática com acionamento por sensor, pinturas no plenário e obras de acessibilidade.

Sobre a primeira sessão do ano, Pauléra adiantou que não nenhum projeto deverá entrar em pauta no dia 5 de fevereiro. A sessão será voltada para votação de requerimentos que se acumularam no período de recesso dos parlamentares, além da formação das comissões da Casa.

Por Vinícius MAIA

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS