Com auxílio, produtores rurais aumentam capacidade e qualidade de produção

Produção é destinada para programa do governo que abastece as escolas do município, além do Banco Municipal de Alimentos

Com o convênio assinado com o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), junto com a Conab – Companhia Nacional de Abastecimento, que integra o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN), via Ministério do Desenvolvimento, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento de Rio Preto garantiu para 25 produtores rurais cooperados R$ 200 mil, para incentivar a agricultar familiar e promover o acesso à alimentação.

O convênio prevê aquisição de quase 83 toneladas de hortifrútis de diversas variedades, entre frutas, legumes e verduras. Entre os contemplados está o produtor Bento da Silva Ferreira, que tem três mil metros de área de plantada de couve e falou como o dinheiro vai ajudar em sua produção.

“Aumenta produção, compra de maquinário, ajuda na mão de obra, enfim, esse repasse veio para auxiliar nós produtores com o mercado. Ajudou com uma nova bomba de água, painel digital, pulverizador, adubos orgânicos e químicos. Com isso nós plantamos e testamos para chegar a melhor qualidade e entregar um produto que será destinado para as crianças. Um produto que não tenha risco de doenças, com menos agrotóxicos”, explicou.

Segundo o produtor, por semana, são produzidos de 200 a 300 quilos de couve. “Tudo é destinados para os programas de prefeitura. Para não faltar para as crianças das escolas e temos que estar preparados. Temos que dar exemplo para os outros produtores. Penso nas gerações futuras. Temos que ter o bom senso e fazer o melhor trabalho para ter um plantio bom e que não vai ter problemas futuramente”, afirmou.

De acordo com a Secretaria da Agricultura, a compra dos alimentos é feita e paga pela Conab, depois repassada ao Banco de Alimentos, que, por sua vez, administra a logística para que cheguem às famílias em situação de vulnerabilidade, cadastradas nos programas de assistência social.

“Esse último é o PAA Municipal, firmado diretamente com o Governo Federal. Ele é válido por 60 meses e pactuado a cada ano. Cerca de R$ 400 mil do total concedido ainda serão liberados agora em 2018”, explica Claudinéia Romanzini Delfino, coordenadora do Programa de Aquisição de Alimento em Rio Preto.

Entre itens de PAAs e doações por coleta urbana, em 2017, o Banco atendeu 24.253 famílias e realizou 1.045 atendimentos por meio de instituições, distribuindo 58.930 cestas de legumes. No total, foram distribuídos 522.802 quilos de alimentos.

Por Marcelo Schaffauser

SEM COMENTÁRIOS