CNH digital começa a ser emitida no Estado de São Paulo

A nova Carteira Nacional de Habilitação (CNH) passou a ser emitida em todo o Estado de São Paulo desde quinta-feira (22). O formato eletrônico possui o mesmo valor jurídico da versão impressa, sendo que todos os Estados deverão oferecer esse tipo de documento até o dia 1º de julho de 2018. A CNH digital foi lançada primeiramente em Goiás, em outubro do ano passado.

O documento digital fica armazenado no smartphone e não terá custo para quem já tem a habilitação com o QR-Code, que desde maio de 2017 já vem sendo emitida. Outra novidade é que agora o documento impresso passa a ser enviado gratuitamente pelos Correios. Segundo o Detran-SP a remessa gratuita de documento de papel dará mais comodidade ao cidadão. A previsão é de que isso tenha início em 30 dias.

Atualmente, para receber a CNH (seja em caso de renovação ou segunda via, por exemplo) o cidadão deve ir a uma unidade ou pagar o custo dos Correios, que é de R$ 11,00. A medida vai ainda agilizar os serviços hoje realizados presencialmente nas unidades, pois reduzirá a presença de usuários. Por mês, são emitidas no Estado de 400 mil a 500 mil CNHs. “No Detran-SP, temos procurado de forma permanente tornar mais simples os serviços. Essas são novidades que têm justamente esse objetivo: facilitar a vida das pessoas”, diz Maxwell Vieira, diretor-presidente do órgão.

O documento digital terá todas as informações da habilitação impressa, inclusive foto e QR-Code. O usuário pode adquirir o documento por meio do aplicativo CNH Digital, da Serpro (empresa de tecnologia da informação do governo federal), nas lojas virtuais PlayStore para sistema Android ou na iTunes para sistema iOS.

É importante lembrar que a regra para obter a CNH digital é federal e o critério para emissão é que a habilitação esteja na validade, tenha o QR-Code e não tenha bloqueios — como suspensão, por exemplo. Se o documento estiver vencido, o condutor deve renová-lo para pedir a versão digital. Caso ele não tenha ainda a versão com o QR-Code, é preciso solicitar uma segunda via — esse serviço pode ser feito de forma eletrônica, sem necessidade de ir a uma unidade. Hoje, 4,5 milhões de habilitações no Estado já dispõem do QR-Code e em todo o Estado já são mais de 23,5 milhões de condutores com CNHs registradas.

Caso o usuário tenha dúvidas ou queira consultar o tutorial de como obter o novo documento, deve ir ao portal: https://servicos.serpro.gov.br/cnh-digital.

 

Por Priscila CARVALHO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS