Civil registra mais uma vítima do ‘delivery do cartão’

Mais um rio-pretense caiu no golpe de estelionato em que a vítima acredita que seu cartão bancário ou de crédito foi clonado e que um funcionário da central de atendimento irá mandar motociclista buscar para ser bloqueado.

Dessa vez a vítima é a aposentada A.S.F.O., 55, moradora no Romano Calil. Ela contou à polícia que recebeu uma ligação nesta quinta-feira da suposta seguradora do cartão Carrefour perguntando se havia feito uma compra no valor de R$ 3 mil em Guarulhos.

O estelionatário, após falar para A. que ela poderia ligar no número do SAC atrás do cartão, convencendo-a da veracidade da história, conseguiu senha, código e dados pessoais da mulher.

Pouco depois da ligação, um motociclista uniformizado veio pegar envelope com cartões do hipermercado e da Caixa Econômica Federal da aposentada.

Ao ligar no Carrefour, A. descobriu que haviam feito compra de R$ 1,5 mil em seu nome e procurou a Central de Flagrantes para registrar o caso.

Daniele JAMMAL

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS