Cinquentão, FIT Rio Preto apresenta a sua programação

A Secretaria de Cultura, em parceria com o Sesc Rio Preto, lançou nesta quarta-feira (12/6), a programação do Festival Internacional de Teatro (FIT), que completa 50 anos de história em 2019 e será realizado entre os dias 3 e 14 de julho. O calendário e as atrações deste ano foram apresentadas em evento realizado no Sesc local.

Criado em 1969 como um festival amador, o evento chega à sua 19ª edição internacional. Neste ano, serão 34 espetáculos, realizados em 25 locais espalhados pela cidade, em um total de 60 apresentações. Além das produções brasileiras, o FIT Rio Preto recebe montagens de França, Gana, Irã, México e Bolívia.

“Temos uma programação muito forte e diversificada, que passou de 23 para 34 espetáculos do ano passado para esta edição. Os palcos também serão diversificados, com apresentações em espaços públicos como praças, terminal rodoviário, zoológico. Mesmo que não procure o festival, o cidadão vai acabar encontrando alguma apresentação”, afirma o secretário de Cultura, Pedro Ganga.

Ele ainda celebrou os 50 anos de história do festival de teatro. “Essa longevidade é um sinal de resistência. Começou com a busca e a vontade de pessoas como Dinorath do Valle, Humberto Sinibaldi Neto e José Eduardo Vendramini, que deram início ao festival e conseguiram até mesmo que fosse construído o primeiro teatro municipal da região”, complementa Ganga.

O prefeito Edinho Araújo participou da apresentação do FIT Rio Preto 2019. “Para chegar a 50 anos de festival e 19 de programação internacional são precisos muitos aspectos, o ambiente, os recursos humanos e as parcerias. Por isso é importante celebrar a ação conjunta com o Sesc. O FIT mexe com a nossa economia e desmistifica o conceito que os grandes festivais e peças são realizadas apenas em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Rio Preto se insere nesse contexto e faz muito bem feito”, diz Edinho.

Como já é tradição, o FIT não é composto apenas por peças teatrais. “Além dos espetáculos, temos ações formativas, que são importantes para a troca de experiências e ideias”, afirma Jorge Vermelho, um dos coordenadores executivos do festival, ao lado de Mateus de Oliveira Santos.

As ações formativas deste ano visam a construção de novos olhares a partir do deslocamento, do diálogo e da reflexão, por meio de mesas, rodas de conversa e entrevistas.

O Sesc trouxe seu superintendente técnico social, Joel Naimayer Padula, para acompanhar a cerimônia de apresentação do FIT 2019.

“O Sesc tem uma proposta de ação educacional, de maneira não tradicional, por meio de atividades trazem questionamento, um incômodo, que tiram um pouquinho o conforto das pessoas. Entre essas atividades estão peças de teatro e performances como as do FIT, que retratam o momento que a gente está vivendo no mundo. Mesmo de lugares e países tão diferentes, há sempre um questionamento sobre a realidade o futuro”, destaca Padula.

Abertura e ingressos

A programação tem início no dia 4 de julho, quinta-feira, às 19h30, no Anfiteatro Nelson Castro (Represa Municipal), com o espetáculo Elza, que celebra a trajetória da cantora Elza Soares. Vencedor do Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) de melhor dramaturgia e do Prêmio Shell de melhor música, a apresentação mostra episódios que marcaram a vida e a obra da cantora, uma artista à frente do seu tempo, sinônimo de resistência e reinvenção. Em cena, sete atrizes se dividem ao vivê-la em suas mais diversas fases entoando músicas recentes como A Mulher do Fim do Mundo e Maria da Vila Matilde, além de sucessos das mais de seis décadas de carreira da cantora, como Lama, Malandro, Lata D’Água e Cadeira Vazia.

Os ingressos estarão à venda a partir de 19 de junho, pelo site do FIT Rio Preto (fitriopreto.com.br), a partir das 16h, e em todas as unidades do Sesc de São Paulo, a partir das 18h. A programação completa e todas as informações do festival estão no site oficial do evento.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS