Cidades Inteligentes é tema de palestra em Rio Preto

PALESTRANTE - Marcelo Nunes da Silva

Hoje, Rio Preto será palco de palestra sobre Cidades Inteligentes, promovida pela Associação Comercial e Empresarial de Rio Preto (Acirp), por meio do Núcleo Multissetorial de Serviços. O evento gratuito vai acontecer no auditório da Assossind/Jucesp, às 18h30, e será ministrado pelo coordenador do Parque Tecnológico de São José dos Campos, Marcelo Nunes da Silva.

O foco da palestra é abordar sobre a importância das tecnologias das cidades inteligentes para a sociedade e os benefícios que tais ferramentas trazem às empresas e à população que vive nestas cidades. O palestrante destaca que o uso efetivo dos dados socioeconômicos do município, atrelado a comunicação com a população é o meio para este desenvolvimento. “A partir desse canal de livre comunicação com a comunidade é que se fica sabendo quais as necessidades da população e o que se pode melhorar. Isso pode ser dar até mesmo com o uso de um app”, comentou.

Para Nunes Rio Preto tem potencial para vir a ser uma cidade inteligente e até mesmo se destacar na região, mas para isso a preocupação precisa partir dos governantes. “Rio Preto tem potencial não só de ancorar uma cidade inteligente, como ser núcleo importante a nível regional. Mas a tecnologia é um trabalho que precisa de desenvolvimento constante e precisa estar incluso na agenda pública de discussão tecnológica do município para começar a ter de fato ações concretas”, disse.

Para o diretor do núcleo de serviços da Acirp, Daniel Rodrigues, o intuito dessa discussão é trazer mais competitividade ao ambiente empreendedor e econômico da cidade. “O objetivo é melhorar a produtividade e alavancar a economia da cidade. Rio Preto já é uma cidade que lidera a região, no quesito economia e fomentar essa discussão e propor soluções aos problemas é ajudar a tornar a cidade cada vez melhor”, destacou.
Para participar e conhecer mais sobre o tema, a palestra será na Rua Itália, 565, Jardim Sinibaldi, às 18h30. O evento é gratuito e as vagas são limitadas.

 

Por Priscila Carvalho

SEM COMENTÁRIOS