Chuva e reparos na região central de Rio Preto interferem nas vendas de feriado do calçadão

(Foto: Alison Moura)

O calçadão de Rio Preto amanheceu com alguns poucos consumidores a procura de fazer bons negócios. No quadrante comercial da cidade os vendedores estavam ansiosos para vender. “Eu acordei cedo e estou aqui esperando o pessoal. Essa chuvinha atrapalha nosso serviço”, disse a vendedora de calçados Ângela Rodrigues. No terminal rodoviário havia um movimento no setor de viagens interurbanas, mas, no terminal doméstico a situação era normal nesta manhã de feriado.

A gerente da loja Mega Jeans, Roseli Ribeiro Custódio, disse que há três anos aguarda uma melhora no movimento de clientes. “Estamos aqui esperando os clientes comprarem. Parece que a liberação do FGTS não surtiu efeito nas compras. Esperamos que essa situação melhore nesse final de semana, e, no final de ano”.

 

Portas fechadas

Acontece que durante a semana estava prevista uma reforma para sexta-feira no calçadão que foi remarcada pela Companhia Paulista de Força e Luz, CPFL, para domingo. Segundo o consultor de negócios, Luiz Antônio Gomes, houve um pedido para que não fizessem os reparos no feriado. “Nós conversamos com a Secretaria de Desenvolvimento e com o sindicato do comércio e conseguimos mudar para domingo”. No entanto, essa medida não chegou a todos. “A nossa gerência disse que a CPFL iria fazer reparos na fiação da região e que por conta disso, nós talvez não teríamos energia na loja pra trabalhar”, disse o vendedor de uma loja de eletroeletrônicos, Diogo Donizete. Ele, que mora em Uchôa poderia “perder a viagem” caso a CPFL cortasse a força.

Luiz Antônio Gomes reforçou que avisou aos varejistas. “Nós disparamos mensagens para os comerciantes que estão cadastrados na companhia e também por mensagens de whats app”, disse.
O Secretário de Desenvolvimento Econômico, Jorge Luiz de Souza, salientou que a CPFL avisou 90 lojistas. “Alguns comerciantes pediram pra remarcar o serviço para o dia de domingo, e, daì perguntamos se haveria essa possibilidade para a CPFL. Eles disseram que teria um problema por conta de ter uma empresa contratada para isso e que não tinha como retomar esse trabalho”. Depois de apalavrar um acerto juntamente com o Sindicato do Comércio, esse problema foi sanado ainda na quinta-feira e ficou a cargo da companhia elétrica avisar aos comerciantes da nova data.

 

Reparo

 

O Secretário de Desenvolvimento disse ainda que as obras serão feitas na rua Siqueira Campos e na rua General Glicério. “Esse problema de sobrecarga no transformador da rua General Glicério ocorre por conta de alguns estabelecimentos que fizeram reforma e aumentaram a potência do consumo de energia”, disse pra logo informar o que será feito. “A CPFL vai dividir a rede em dois colocando outro transformador para aliviar a carga na rua Siqueira Campos e General Glicério”.

 

Nota

 

A CPFL informa que os desligamentos programados são necessários para a realização da ampliação de capacidade do seu sistema e ocorrem de forma contínua, em linha com os investimentos realizados pela empresa para o aperfeiçoamento dos serviços prestados a todos os clientes. Porém, a companhia reavaliou a programação desta sexta-feira, 15, e irá realizar a manutenção prevista neste domingo (17).

 

Alison Moura

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS