Cerca de 2 mil pessoas participam do evento #elenão em Rio Preto

Cerca de 2 mil pessoas se reuniram na avenida Alberto Andaló, na tarde de sábado (29), em Rio Preto. A manifestação contra a candidatura a presidente do Jair Bolsonaro (PSL) reuniu principalmente mulheres, homossexuais e simpatizantes da causa gay.

A concentração começou por volta das 16h, em frente a prefeitura, e seguiu até o anfiteatro da Represa Municipal, onde terminou em  ato simbólico pela liberdade de expressão e garantia de direitos.

Segundo a organização do evento, cerca de 2 mil pessoas participaram da passeata. Houve apresentação do grupo As Valquírias, que recriaram o hino nacional ao som de tambores.

O ato durou cerca de quatro horas e não houve registros de incidentes, de acordo com a organização.

O bacharel em direito Maike Santos, de 24 anos, participou do evento e comentou que foi um evento pacífico e com a presença de famílias inteiras. “Foi um evento de muito amor e carinho. Tinha gente de todos os gêneros e foi tudo muito pacífico. Foi um momento de reflexão sobre o que pode acontecer com nossa sociedade se caso ele for eleito”, disse.

De acordo com uma das organizadoras, o abraço coletivo foi o ato que marcou o evento. “Nós tínhamos uma perspectiva de participação muito pequena. Não acreditávamos em mais de 200 pessoas e a adesão do rio-pretense foi surpreendente. O evento não foi contra uma candidatura, foi contra a opressão e o fascismo”, explicou.

A Guarda Civil Municipal informou que, diferente do que disse a organização, o evento contou com cerca de 1,5 mil participantes. 

Por Bia MENEGILDO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS