Central de Penas e Medidas Alternativas é instalada em Mirassol

Mirassol - Local onde vai funcionar a Central de Penas e Medidas Alternativas

A Prefeitura de Mirassol inaugurou uma Unidade de Reintegração Social (UARS) conhecida também como Central de Penas e Medidas Alternativas.

De acordo com a assessoria da Prefeitura, a iniciativa foi do Executivo, que solicitou para Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) que instalasse uma unidade em Mirassol.

A Central de Penas receberá pessoas que cometeram crimes de menor potencial e que foram condenadas pela Justiça a cumprirem prestação de serviço à comunidade em substituição à pena em regime fechado. Os atendimentos na unidade já são realizados desde o último dia 14. “As pessoas que são encaminhadas para a Central de Penas não são detentas, porque não vão para o sistema prisional. Somente serão encaminhadas para a Central de Penas pessoas que cometeram crimes considerados de menor potencial ofensivo e que tiveram a pena substituída por prestação de serviços à comunidade”, explica a assessoria do município.

Após ser encaminhada à UARS a pessoa passará por atendimento psicossocial. Além de avaliações a respeito da profissão, conhecimentos e habilidades. Após as avaliações ela será encaminhada a uma instituição pública para cumprir a pena de acordo com o perfil verificado na entrevista.

Segundo a Prefeitura, as pessoas que forem encaminhadas pela Justiça não prestarão serviço no prédio da Central. Elas serão direcionadas para diversas entidades assistenciais, como hospitais, escolas e outros estabelecimentos em programas comunitários ou estatais. “A instalação da Central de Penas possibilita que a pessoa condenada pela Justiça pague pelo crime cometido sem ingressar no sistema prisional. Assim, ela irá reparar a infração cometida sem deixar o convívio familiar, prestando um serviço para a sua comunidade. Além disso, a Prefeitura e outras instituições serão beneficiadas porque receberão mão de obra para a execução de diversos serviços”, André Vieira, prefeito de Mirassol.

Unidade de Reintegração Social de Mirassol será a 69° instituição em todo o Estado de São Paulo.

Fonte: Mariane Dias – Redação jornal DHoje Interior 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS