CCZ coleta macaco morto encontrado no Jardim Yolanda

Um macaco foi encontrado morto no Jardim Yolanda, zona leste de Rio Preto. A equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) coletou nesta terça-feira (08), o corpo do animal, de onde foram coletadas amostras, que serão enviadas ao Instituto Adolfo Lutz, que irá detectar se a causa da morte foi devido à febre amarela. O resultado pode demorar de 10 a 50 dias.

Em 2018 já foram encontrados outros 35 macacos mortos, dos quais dois tiveram o resultado positivo de morte por febre amarela, sendo encontrados em regiões periurbanas. O primeiro sagui foi localizado no dia 29 de janeiro, no bairro Jardim Maracanã, já o segundo primata foi encontrado morto no bairro Caic, no dia 13 de março. Na época, diante da confirmação de morte pelo vírus, o município realizou postos volantes de vacinação contra a febre amarela nestes bairros. Ainda faltam outros seis resultados, sendo que em 13 animais o resultado foi negativo para febre amarela, em três os resultados foram parciais negativos e em 11 animais não foi possível coletar amostras.

É importante ressaltar que o macaco não transmite a febre amarela ao ser humano e caso o munícipe encontre algum macaco morto ou doente o correto é informar a Polícia Ambiental ou a Secretaria de Saúde. O método mais eficaz de prevenção à febre amarela é a vacinação, feita em dose única pelo município, e disponibilizada nas 27 Unidades Básicas de Saúde.

Por Priscila CARVALHO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS