Casos de dengue caem em Rio Preto; Chikungunya faz mais uma vítima

A Secretaria de Saúde de Rio Preto, através da Vigilância Epidemiológica, divulgou, ontem, os números das doenças de notificação compulsória como dengue, chikungunya, Influenza e também de Epizootias (mortes de macacos).

Os casos de dengue seguem em queda, desde janeiro deste ano. Em abril, foram notificados 182 casos e nove deles foram positivos para a doença. No acumulado de 2017, Rio Preto possui 311 casos confirmados de dengue e 283 seguem em investigação. Nenhuma morte por dengue foi registrada esse ano na cidade..

Os casos de zika continuam os mesmos dos divulgados em março: quatro casos em investigação, uma confirmação e 46 exames descartados.

Chikungunya, que havia apenas três casos positivos aumentou. Agora são quatro notificações positivas.

A secretaria tamabém atualizou o número de macacos encontrados mortos em Rio Preto e região. Até ontem, a pasta havia registrado 53 mortes de primatas. Desse total, 32 tiveram exames negativos para febre amarela como causa da morte. Quatro animais não tiveram amostras coletadas, nove tiveram resultados, parcialmente negativos, sete ainda aguardam exames e apenas um deles teve teste positivo para a doença.

A cidade, que realiza até o próximo dia 26 a imunização contra os vírus da Influenza A, Influenza B e H1N1, não registrou casos das doenças este ano.

 

Da Redação

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS