Caso Rosana Araújo: Homem é preso por matar e jogar corpo de ex-mulher em rodovia

Foto Arquivo Pessoal

Um homem foi preso nesta quarta-feira, por policiais rodoviários, acusado de matar a ex-mulher e desovar o seu corpo no acostamento da rodovia Gerson Dourado de Oliveira, na altura do quilômetro 26, entre Ilha Solteira e Itapura. A vítima é a rio-pretense Rosana Ribeiro Araújo, 46, que estava desaparecida desde o último domingo.

O autor do homicídio é seu ex-marido, de 61 anos, que não aceitava o fim do relacionamento. Com medo de ameaças do acusado, Rosana pensava em mudar de residência, segundo familiares.

Detido por rodoviários nas imediações de Rubinéia, o suspeito estaria com os filhos no carro no momento em que foi abordado. O corpo em estado de decomposição foi encontrado nesta terça-feira (04). As investigações foram feitas em conjunto pelas polícias de Ilha Solteira e Rio Preto.

Aos policiais que o abordaram, o acusado negou o crime e falou que estava vindo para Andradina para fazer o reconhecimento do corpo no Instituto Médico Legal (IML).

A polícia trabalha com a hipótese de que a vítima tenha sido morta por esganadura em sua casa em Rio Preto e trazida no porta-malas do automóvel. O homem teria viajado 240 quilômetros para jogar o cadáver no acostamento da rodovia.

O acusado está preso na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Rio Preto.

Da REPORTAGEM

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS