Candidatos do DC e PRTB devem ficar sem tempo de rádio e TV

Foi divulgada nesta sexta-feira (25) a tabela de representatividade dos partidos políticos na Câmara dos Deputados que serve como fase para o cálculo do tempo de propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV nas eleições deste ano.

No qual a legenda com mais representatividade é o PT, com 54 deputados federais eleitos em 2018 e que serão considerados para a bancada do horário eleitoral. Em seguida, o PSL, com 52 deputados federais, e o Progressistas, com 38 parlamentares.

Dhoje Interior

Portaria TSE (Tribunal Superior Eleitoral) nº 722/2020, publicada no Diário da Justiça eletrônico, a tabela com as legendas e suas representatividades que serão considerados para a bancada do horário eleitoral. A portaria esclarece também que algumas legendas ficaram sem tempo de rádio e TV por não tem representação na Câmara. São eles DC, PRTB, PMN, Rede, PCB, PCO, PTC, PMB, PSTU e UP. O item 4 do anexo da Portaria salienta que essa decisão vem em observância ao disposto no inciso I do parágrafo único do artigo 3º da Emenda Constitucional nº 97/2017.

Em Rio Preto devem ser ao todo 10 candidatos e dois deles devem ficar sem tempo de propaganda eleitoral gratuito são eles: Rogério Vinicius, coligação (DC e PMN) “RIO PRETO DE MÃOS LIMPAS” e Paulo Bassan do PRTB.

Por sua vez a coligação que deve ter mais tempo será a encabeçada pelo candidato a reeleição o prefeito Edinho Araújo com a coligação (MDB, DEM, PSD, PL, Patriota, Podemos, Progressistas, PSDB, Cidadania, PROS, Avante e PMB) ““RIO PRETO MUITO MAIS” com pouco mais de 4 minutos, seguindo pelo candidato do PLS Marco Casale junto com o PSB, PSC e PTC terão cerca de 1m30s com a coligação ““RIO PRETO PELA VERDADE”, o Republicanos tem como candidata a prefeita a Coronel Helena que encabeça a coligação “MUDANÇA COM SEGURANÇA” que tem ainda os partidos PTB e Solidariedade e terão pouco mais de 1 minuto para usar o horário eleitoral gratuito. O candidato Carlos Arnaldo do PDT que encabeça a coligação “RIO PRETO PODE MAIS” e tem apoio do PV e do Rede ficaram pouco menos de 1 minuto.

Os partidos que lançaram chapa pura sem coligações vão utilizar os tempos conquistados por siglas por conta da representatividade na Câmara – o PT que tem como candidata Celi Regina terá 58,66s, o Psol e PC do B terão cada um 12,34s que poderão ser usados respectivamente pelos candidatos a prefeito Marco Rillo e Carlos Alexandre e por último o Novo do candidato Filipe Marchesoni terá 10,34s.

Por Sérgio SAMPAIO – Da Redação Jornal DHoje Interior