Campanha conscientiza população sobre prevenção contra o câncer colorretal

O câncer colorretal é o terceiro tipo mais prevalente no Brasil, sendo o segundo mais comum entre as mulheres. Com isso, excepcionalmente neste mês de agosto, a Secretaria Municipal de Saúde de Rio Preto em parceria com o Grupo de Amparo ao Doente com Aids (Gada) e a Associação dos Ostomizados de Rio Preto e Região (Aorp) promovem a Campanha de Prevenção ao Câncer Colorretal, que acontece comumente no mês de março.

O objetivo é conscientizar sobre a doença e estimular a prevenção e diagnóstico precoce, que quando acontece há chance de 99% de cura da doença.
Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), somente em 2016 a estimativa de novos casos foi de 34.280, sendo 16.660 entre homens e 17.620 entre as mulheres. Este câncer que também é conhecido como câncer do intestino grosso, é um dos mais comuns entre homens e mulheres, sobretudo com mais de 50 anos e a colonoscopia é o exame feito para detectar de forma precoce a doença.

De acordo com o coordenador do Gada, Júlio Caetano, com o diagnóstico precoce as chances de cura são altas, porém grande parte da população acima de 50 anos nunca chegou a fazer a colonoscopia. “Quando diagnosticado no início as chances de cura deste câncer são de 99%, mas grande parte da população nunca fez exame de colonoscopia. Atualmente são cerca de 80 mil pessoas no grupo de diabéticos e hipertensos que se tratam no SUS, deste grupo de 70% a 80% são pessoas acima dos 50 anos e que já deveriam fazer este exame”, comentou.

Os principais sintomas da doença são: mudança do hábito intestinal (diarreia e prisão de ventre), presença de sangue ou muco nas fezes, dor ou desconforto abdominal, cansaço, fraqueza, anemia, perda de peso sem razão aparente e vontade frequente de ir ao banheiro.

Segundo o médico proctologista José Newton Franco, a prevenção ao câncer colorretal é feita com alimentação saudável. “O hábito de vida saudável vai evitar que você tenha doença cancerígena de intestino. A industrialização alimentar, os corantes, a contaminação dos alimentos é um fator predisponente para a doença cancerígena”. O médico destaca que o ideal é consumir frutas, verduras e evitar enlatados, embutidos, alimentos industrializados e gorduras. A ingestão de bebidas alcoólicas e o tabaco também contribuem para o desenvolvimento desse tipo de câncer.

A campanha segue até o dia 31 de agosto e entre os dias 23 e 26 deste mês, o Rio Preto Shopping será palco da exposição Intestinão, em que os visitantes poderão conhecer de perto detalhes sobre o órgão e receber informações sobre a doença.

 

Por Priscila Carvalho

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS