Caminhoneiros pegam estrada no dia da virada

Com a festa de fim de ano alguns caminhoneiros param seus trajetos e comemoram com familiares a chegada do novo ano. Porém, há os que seguem viagem pois precisam concluir a entrega no destino final.

Edson dos Santos, de 47 anos, está há 22 anos nas estradas de Norte a Sul do Brasil. O caminhoneiro passará pela primeira vez a virado do ano longe da família.  Edson sai com a carreta carregada de alimentos de São José do Rio Preto, na tarde de segunda-feira (31), rumo à Imperatriz, no Maranhão.

“É com aperto no coração que vou viajar, em mais de duas décadas de trabalho sempre consegui passar o Réveillon com minha família, essa será a primeira vez que pego estrada nesta data”, afirma Santo.

Luiz Rodrigo da Silva, de 36 anos, é caminhoneiro há 14 anos, morador de Mirassol, o profissional já está no destino de entrega, no Maranhão. “Vou passar o Ano Novo aqui a trabalho. Contando com este ano, já é o quarto ano que passo o Réveillon longe da família”, conta.

De acordo com a última pesquisa do PNAD, em 2015, tinham 1.930.664 caminhoneiros no Brasil. Veja os números por região: Norte: 113.054 ; Nordeste: 310.046 ; Sudeste: 901.779; Sul: 397.424 e Centro-Oeste: 208.361.

Segundo pesquisa, 80% dos caminhoneiros possuem entre 30 a 60 anos; 85% ganham entre um a três salários mínimos; 58% trabalham com carteira assinada e 27%, por conta própria.

Por: Mariane DIAS

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS