Cafu e Maradona são confirmados entre assistentes de sorteio da Copa de 2018

A Fifa anunciou oficialmente nesta terça-feira sete de oito nomes de peso da história do futebol que participação como assistentes do sorteio dos grupos da Copa do Mundo de 2018, no próximo dia 1º de dezembro, em Moscou. Um deles será o ex-lateral Cafu, duas vezes campeão mundial pelo Brasil, em 1994 e 2002, sendo a última delas como capitão do penta conquistado pelo time nacional. Maradona, vencedor e grande nome do Mundial de 1986 pela Argentina, também foi confirmado para desempenhar este papel na cerimônia da entidade na qual hoje possui o cargo de embaixador.

Laurent Blanc, campeão do mundo pela França em 1998, e Fabio Cannavaro, capitão da Itália que levantou o troféu do Mundial de 2006, serão outros dois ex-jogadores que atuarão como assistentes neste sorteio.

O ex-goleiro Gordon Banks, que fez parte da seleção inglesa vencedora da Copa de 1966 e foi o autor da épica defesa após uma cabeçada de Pelé no jogo no qual o Brasil eliminou os ingleses do Mundial de 1970, também foi confirmado com participante do evento nesta condição de auxiliar.

O mesmo vale para Diego Forlán, eleito pela Fifa o melhor jogador da Copa do Mundo de 2010, apesar de o Uruguai ter encerrado a competição realizada na África do Sul em quarto lugar. Um dos grandes líder da Espanha que conquistou este mesmo Mundial, o ex-zagueiro Carles Puyol foi também confirmado nesta terça-feira como assistente do sorteio da Copa de 2018.

Desta forma, Cafu, Maradona, Blanc, Cannavaro, Banks, Forlán e Puyol se juntaram como assistentes do sorteio ao russo Nikita Simonyan, de 91 anos, que foi campeão olímpico pela extinta União Soviética em 1956 e depois defendeu a nação na Copa do Mundo de 1958, vencida pelo Brasil. Considerado uma lenda do futebol do seu país, ele havia sido o primeiro a ser confirmado como auxiliar deste sorteio, na última sexta.

Este time de astros de peso da história do futebol será conduzido no grande evento que ocorrerá em cerimônia no Kremlin, sede do governo russo, pelo ex-jogador da seleção inglesa Gary Lineker, confirmado na última sexta como comandante do sorteio ao lado da jornalista russa Maria Komandnaya.

Único jogador a ter disputado três finais seguidas de Copa do Mundo – foi também vice-campeão pelo Brasil em 1998 -, Cafu esteve presente em quatro Mundiais pela seleção, sendo o último deles em 2006. E o ex-jogador também atuou como um dos assistentes do sorteio da Copa de 2014, realizada em solo nacional.

Ao falar sobre o assunto, Cafu comemorou o fato de ter sido novamente escolhido para participar deste grande evento. “O sorteio é o momento quando todo o planeta se une em entusiasmo e expectativa, então isso me faz feliz por fazer parte dele mais uma vez”, afirmou o ex-lateral, em declarações reproduzidas nesta terça pela Fifa. “Tive sorte de vir à Rússia várias vezes ao longo deste ciclo da Copa do Mundo e tenho certeza de que o país vai entregar outro evento fantástico em Moscou”, completou.

 

Da Redação

Conteúdo Estadão

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS