Branco repudia escola de samba Gaviões da Fiel por “embate entre Jesus e Satanás”

Foto Divulgação

O vereador Anderson Branco (PR) protocolou na Câmara de Rio Preto uma moção de repúdio à escola de samba Gaviões da Fiel pelo suposto “desrespeito à imagem de Jesus
Cristo” durante o desfile da agremiação no Carnaval de São Paulo de 2019. O documento deverá ser analisado pelos parlamentares na sessão desta quinta-feira.

A Gaviões da Fiel deixou líderes evangélicos furiosos ao levar para o sambódromo paulista representações de Santanás e Jesus num embate em que o primeiro aparenta sair vitorioso. A comissão de frente da escola encenava uma disputa entre Jesus e forças do mal, incluindo o diabo. Após a repercussão, a escola publicou em suas redes sociais fotos
de outro momento do desfile, em que Jesus sai vencedor da disputa, com os dizeres “Jesus venceu o mal”.

Anderson Branco gravou um vídeo e utilizou sua rede social (Facebook) para manifestar
sua opinião ao assunto. “Foi um espetáculo público ofensivo e desrespeitoso a Jesus Cristo e consequentemente a todo cristão”, disse.

Segundo o vereador, a escola “utiliza recursos públicos, dinheiros dos impostos, para fazer uma aberração dessas, um desrespeito e distorcendo o que está escrito na Bíblia que Jesus venceu Santanás, e não ao contrário. Faço essa moção pelo desrespeito a todos os cristãos do Brasil, em especial de Rio Preto”, finaliza o vídeo.

A escola de samba Gaviões da Fiel fez uma releitura do samba-enredo de 1994, “A
Saliva do Santo e a Serpente do Veneno”, sobre a história do tabaco.

 

Por Vinícius MAIA