Bolivianos usam ‘miguelitos’ para furtar escriturária

Foto ARQUIVO/DHOJE

A escriturária L.A.F.V., 65, residente no Dahma I, em Rio Preto, teve sua bolsa furtada, contendo documentos pessoais, R$ 2 mil em dinheiro, cartões bancários e de crédito, folha de cheque assinada e em branco, gargantilha de ouro, Iphone 8 e carregador, de dentro da sua S10, na avenida Brasil, no Jardim Paulista, em São Paulo, na manhã desta segunda-feira.

A vítima e o seu marido E.A.V, 65, administrador de empresas, tiveram o pneu dianteiro do veículo furado por um dispositivo conhecido como ‘miguelito’. Assim que estacionaram para acionar o seguro, dois bolivianos se aproximaram e ofereceram ajuda.

Apesar da recusa do casal, os desconhecidos continuaram por perto da camionete e enquanto o mais velho, aparentando ter 40 anos, conversava para distrair a vítima, o mais jovem com aproximadamente 22 anos rondava o veículo, tendo aberto a porta dianteira direita e furtado a bolsa de L.

O caso foi registrado na Central de Flagrantes de Rio Preto, nesta terça-feira, e está sendo investigado pela Polícia Civil.

Por DJ

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS