BASQUETE SOBRE RODAS: CAD Rio Preto conquista título de bicampeão Brasileiro

Jatoba- CBBC/Divulgação

O time de basquete sobre rodas do Clube Amigos dos Deficientes (CAD/Vetnil/Smel), de São José do Rio Preto, venceu o Magic Hands, da Capital, por 58 a 56, e conquistou o bicampeonato Brasileiro da Primeira Divisão neste sábado (09) no Centro Paralímpico de São Paulo. Os cestinhas do jogo foram os pivôs Erick Epaminondas e Natan, ambos do CAD, com 24 e 17 pontos, respectivamente.

“Foi um verdadeiro jogo de superação, pois ficamos praticamente quatro pontos atrás do placar durante a partida. No final, a superação, aplicação e técnica dos nossos atletas falou mais alto e conseguimos a virada. É um título muito importante para a gente”, disse o técnico do CAD Rio Preto, Otávio de Paula.

Na semifinal, o CAD/Vetnil/Smel derrotou o Gadecamp, de Campinas, por 75 a 46. O primeiro título brasileiro do time rio-pretense foi em 2015. Na ocasião, o CAD bateu o Gadecamp, de Campinas, por 68 a 58, na cidade litorânea de Praia Grande.

Pivô Nathan –
CBBC/Divulgação.

Além do título Brasileiro da Primeira Divisão, o CAD já conquistou 13 taças de campeão, sendo três paulistas da 1ª Divisão (de 2011 a 2013) e dois da 2ª Divisão (2006 e 2008), dois regionais (2011 e 2012), um brasileiro da 2ª Divisão (2004) e um Troféu Maria Nanci/Reatch (2008).

O time rio-pretense também é o atual campeão Sul-Americano Interclubes, conquistado de forma invicta, em Bogotá, na Colômbia, em 2012, e ainda tem o título de campeão da 3ª Copa Internacional Togo Renan Soares, disputada por 12 equipes, em 2008.

Orientação técnico Otavio de Paula brasileiro 2017.
CBBC/Divulgação.

O basquete sobre rodas do CAD ainda foi três vezes vice-campeão Brasileiro da 1ª Divisão (2011, 2012 e 2014) e três vezes finalizou em segundo lugar no Paulista da 1ª Divisão (2007, 2008 e 2009). Também na elite do Nacional foi terceiro lugar nas edições de 2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2013. No estadual, o CAD foi vice-campeão em 2016 e ficou na terceira colocação nos anos de 2006, 2010, 2014 e 2017.

Da REPORTAGEM

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS