Banda Arizona é destaque em lançamento do Planeta Rock, nesta noite em Rio Preto

Um dos mais renomados bateristas do país, Ricardo Japinha, conhecido nacionalmente pela banda CPM 22, se apresenta nesta noite em Rio Preto no lançamento do Planeta Rock com o seu projeto paralelo, a banda Arizona. Os músicos prometem animar o público com canções autorais e também alguns covers de bandas internacionais e nacionais.

Consagrado como baterista, na banda Arizona Japinha assume os vocais e guitarra, e comenta que devido as entrevistas que já concedeu pelo CPM 22, acabou perdendo a vergonha, o que lhe ajudou a ser o frontman da banda. “Se fosse numa época atrás, eu era muito tímido e não conseguiria. Mas hoje em dia eu já estou mais solto, depois de tanto tempo fazendo show e entrevista, então eu me sinto bem a falar. Essa prática de me comunicar me ajudou. Estou gostando deste desafio”.

Dhoje Interior

Além de Ricardo Japinha, a banda é formada por Eder Brito no baixo, Felipe Aranha na guitarra e Renatinho Trielli na bateria. O projeto começou despretensiosamente em meados de 2009 com o convite de uma amiga do Japinha para tocar em uma festa particular. Na ocasião o baixista Eder o acompanhou e o público respondeu bem a apresentação. “O show foi bom e teve uma resposta boa do público. Aí eu pensei que poderíamos fazer outros. Só que o Eder foi fazer um curso na Coreia e ficou dois, três anos lá. Então eu esperei ele voltar e quando ele voltou a gente deu esse start de novo, que foi em 2015”. Desde então, Japinha concilia a agenda de shows do CPM 22 e da Banda Arizona fazendo shows pelo país.

Para a apresentação desta noite Japinha disse que montou um repertório com músicas autorais da banda, compostas por ele e também covers. Ele ainda destacou que estão ansiosos para a apresentação e a expectativa é de um ótimo show. “A gente estava bem ansioso para este show, porque a gente sabia da importância do festival e do lançamento. O Arizona ainda é uma banda nova no cenário, então é uma coisa diferente”, comentou.

No dia 12 de agosto, Japinha volta para Rio Preto, dessa vez para se apresentar com a banda CPM 22 no Planeta Rock. O músico comenta a importância de festivais como este para fortalecer a cena e também abrir espaço para novas bandas. “Eu acho que é importantíssimo pro rock por ter a oportunidade de colocar as bandas para tocarem e também acho muito importante para a cidade e região, porque isso eleva o contexto cultural, o conceito da cidade de ser um polo de cultural”, concluiu Japinha.

Fonte: Priscila Carvalho – redação Jornal DHoje Interior