Baba de Quiabo: Maremonti é nomeado embaixador da pizza

O presidente da Associação dos Pizzaiolos Napolitanos, Sergio Miccù, vem ao Brasil conferir ao Maremonti Trattoria & Pizza a missão de preservar e ensinar a arte de fazer pizza napolitana.

É da charmosa cidade italiana de Nápoles, considerada berço da pizza, que vem Sergio Miccù, atual presidente da Associação dos Pizzaiolos Napolitanos – APN, para o Maremonti Trattoria & Pizza. O motivo da visita é empossar oficialmente o Maremonti como embaixador da APN em São Paulo. Como promotor da pizza napolitana, o Maremonti será também uma escola de formação de pizzaiolos, regrada sobre os princípios napolitanos de elaboração da pizza. 

Em parceria com o Departamento de Desenvolvimento e Cooperação Itália/Brasil, o DIB, detentor da representação APN, o encontro reunirá pizzarias e pizzaiolos interessados em obter o certificado de pizza napolitana. O evento acontece dia 04 de outubro, às 12h, no Maremonti Ribeirão Preto, localizado no Shopping Iguatemi Ribeirão Preto.

Para falar sobre os segredos da pizza napolitana, quem acompanha a comitiva da APN é o chef italiano Valentino Libro, campeão mundial do World Champion of “Pizzaiuoli” 2014. Napolitano, Libro virá a cada 6 meses para São Paulo ministrar Cursos de Formação para Pizzaiolos, que serão realizados no Maremonti Trattoria & Pizza.

A pizza napolitana certificada deve apresentar um diâmetro de no máximo 35 centímetros e a massa deve pesar entre 180 e 250 gramas. Ela deve ser assada a 450 graus para chegar a uma consistência suave e elástica, e os ingredientes devem ser frescos e de qualidade com foco em produtos típicos da Campânia.

Existem outras características para uma pizza napolitana original: a massa é aberta com as mãos, sendo assim a borda fica maior e o centro mais fino. O molho de tomate é abundante, o manjericão e o alho são frescos e o parmesão entra na medida, sem exageros. A pizza é assada no forno à lenha.

O Maremonti Trattoria & Pizza agora como embaixador da pizza napolitana tem o objetivo de conquistar apoios, pizzarias e pizzaiolos. Segundo Rodrigo Baptista, sócio-diretor da rede Maremonti, o certificado da APN/DIB é uma forma de reconhecer a arte de preparar uma pizza. “A formação de pizzaiolos com estilo napolitano, ou que sejam apenas bem preparados, é um diferencial para o restaurante”, afirma.

Para participar dos Cursos de Certificação da APN/DIB, basta entrar em contato pelo telefone (11) 5090-6060 ou pelo e-mail contato@maremonti.com.br ou info@dipartimentoitaliabrasile.com

 

MAREMONTI TRATTORIA & PIZZA

O Maremonti abriu suas portas na Riviera de São Lourenço, em 2000, levando ao litoral paulista a excelência da gastronomia em forma de pizzas e pratos da cozinha italiana. A tradição do forno a lenha subiu a serra onze anos depois (2011) para oferecer aos paulistanos um ambiente aconchegante nas regiões mais cobiçadas de São Paulo, nos bairros dos Jardins, Campo Belo e Vila Olímpia.     

Da cozinha saem massas e pratos típicos de diversas regiões da Itália. As massas frescas, com produção artesanal, são feitas diariamente com farinha pura e ovos selecionados. As receitas são baseadas em ingredientes encontrados no mar e na montanha – razão do nome da casa. 

Recentemente, a casa começou também a servir pratos para compartilhar. A novidade  traz o já consagrado Gran Parmegiana feito com molho de tomates frescos. O prato é tamanho família, servindo de 2 a 3 pessoas, dependendo da fome. Ele chega à mesa ainda estalando, depois de ser gratinado no forno, com generosas porções de arroz branco e fritas.

Mais pratos para dividir: a Lasanha Maremonti, feita do jeitinho da Mama, ao molho bolonhesa gratinada ao forno; e o Pappardelle Napoletano, massa tipo fettuccine mais largo com molho típico de Nápoles que leva tomates frescos, carnes e ervas cozidos por 8 horas.

Desde que assumiu o Maremonti Trattoria & Pizza, o empresário Arri Coser dobrou o número de unidades da rede. Quando adquiriu a marca, em 2013, Coser lidava com uma operação de apenas 3 lojas. Hoje são 10 endereços, sendo 4 no interior de São Paulo, outras 5 na grande São Paulo, e a matriz na praia Riviera de São Lourenço, de frente para o mar – que recentemente inaugurou novo projeto arquitetônico com capacidade para cerca de 500 pessoas.

Por  Amanda Barufi

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS