AVIÕES TÊM REFORÇO NA LIMPEZA: ‘Efeito coronavírus’ reduz voos em até 30% no aeroporto de RP

Companhias aéreas anunciaram alteração e redução de voos internacionais nesta quinta-feira (12), por causa do coronavírus. Após a confirmação da pandemia do COVID- 19, a Latam Airlines e suas filiais anunciaram uma redução de aproximadamente 30% de seus voos internacionais. Já a companhia Azul está disponibilizando opções de remarcação de voos.

A redução de 30% dos voos internacionais, realizados pela LATAM, foi anunciada, ontem. Na nota, a companhia justificou que “devido à baixa demanda e restrições de viagens impostas por alguns governos com o avanço do Coronavírus. Por enquanto, esta medida será aplicada principalmente para voos da América do Sul à Europa e aos EUA, entre 1º de abril e 30 de maio de 2020. A companhia irá oferecer flexibilidade aos seus passageiros para reagendarem seus voos sem cobrança de multa. Mais informações sobre esta medida serão comunicadas oportunamente”.

Dhoje Interior

A LATAM reforçou ainda que todos os seus voos domésticos mantêm sua programação normal, sem qualquer alteração.

Sobre as medidas de prevenção, a Azul informou por meio de nota que passou a disponibilizar o uso de máscaras para todos os seus tripulantes que trabalham na operação de voos internacionais e para os Estados Unidos.

“A empresa também está orientando seus tripulantes que retornam dos países com transmissão ativa do vírus e apresentam sintomas da doença a procurarem o atendimento médico para avaliação”.

Em Rio Preto, no aeroporto estadual Professor Eribelto Manoel Reino, houve uma redução no número de carteirinhas com vacinação atualizada para passageiros com destino à China. O movimento, segundo a administração, caiu significativamente.

Ainda de acordo com a administração do aeroporto, equipes da limpeza reforçaram medidas de higiene a cada pouso e decolagem. Durante a limpeza os funcionários utilizam máscara. A administração ponderou ainda que a medida não foi adotada somente em Rio Preto. “À noite é uma limpeza mais profunda, o pessoal está tomando essa precaução”.

A Secretaria de Saúde fixou um banner de medidas de prevenção ao COVID-19, além disso, panfletos, em português e inglês, estão disponíveis com dicas de como se prevenir ao coronavírus.

A jornalista Juliana Nakamura Avona desembarcou em Rio Preto, na tarde desta quinta-feira (12), com a família. Sobre a pandemia ela afirma que na capital paulista onde mora a situação está preocupante.

“No prédio que o meu marido trabalha já tem um caso confirmado. Acho que é como uma gripe que as pessoas já deveriam ter medidas de prevenção anteriormente, como lavar as mãos que é algo fundamental. Se eu sair de casa, quando volto a primeira coisa que faço é lavar as mãos. Agora a gente está usando sabonete antisséptico, mas acho que máscara é exagero”.

Juliana acrescentou ainda que “eu perdi a minha mãe, de 67 anos, com pneumonia. Então se a pessoa tiver qualquer problema respiratório que evolua para uma pneumonia, um cansaço ou algo mais avançado que uma gripe é importante ir ao médico independente dessa pandemia. Na cidade de São Paulo é muito preocupante porque quando a gente sai é um contato com uma grande quantidade de pessoas em um mesmo espaço”.

A Secretaria de Saúde de Rio Preto descartou uma suspeita de coronavírus, na tarde de ontem. Porém, as equipes notificaram outro caso suspeito, de uma mulher de 47 anos, com sintomas no dia 10 de março. Atualmente, a cidade investiga oito casos.

 

Por Mariane DIAS