Athletico-PR busca bater marca de 2013

O Athletico-PR que nunca foi campeão da Copa do Brasil, busca igualar a mesma campanha de 2013, quando chegou à final. Para voltar a atingir esta marca terá que vencer o Grêmio, nesta quarta-feira (4), às 19h, na Arena da Baixada em Curitiba, por três gols de diferença.

Caso consiga vantagem por dois gols, independente do placar, a disputa será realizada através de cobrança de pênaltis. Tendo em vista que o Grêmio saiu com a vitória, no jogo de ida, no dia 14 de agosto, na Arena do Grêmio em Porto Alegre.

O técnico do Furacão, Tiago Nunes, tem dificuldades de montar a equipe, especialmente a defesa. Os quatro jogadores da posição não tem condições de entrar em campo.
O lateral-direito Jonathan está lesionado, o zagueiro Léo Pereira cumpre suspensão e o seu companheiro de posição, Pedro Henrique, não está inscrito na competição, assim como o lateral-esquerdo Adriano.
Entre os jogadores disponíveis, o treinador do time paranaense tem apenas uma dúvida, Marcelo Cirino e Léo Cittadini disputam vaga no ataque.
Desta forma, o Athletico deve iniciar a semifinal com: Santos; Khellven, Bambu, Lucas Halter e Márcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães e Cirino/Léo Cittadini; Nikão, Rony e Marco Ruben.

Já o técnico do Grêmio, Renato Portaluppi, com a vantagem nas mãos não vai poder contar com o principal nome do time, Everton, o jogador terá que cumprir suspensão. Além do volante Maicon, com dores na panturrilha direita, que está praticamente descartado.

Sendo assim, o Grêmio deve começar jogando com: Paulo Victor; Leonardo, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Rômulo e Matheus Henrique; Alisson, Jean Pyerre e Pepê; André.

Agência BRASIL

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS