ATENÇÃO: Risco de afogamento nas prainhas pode ser evitado

UBARANA - Cidade à beira do Tietê fica a 60 km de Rio Preto e atrai inúmeros turistas

São cinco dias longe de casa. Para quem ‘emenda’ o carnaval e não quer curtir o feriado nas multidões urbanas, a região de Rio Preto oferece diversas oportunidades de curtir uma areia ou um quiosque à beira de água doce.
No entanto, é preciso ficar atento com os riscos de afogamento, que podem transformar a diversão em tragédia. Confira dicas do Corpo de Bombeiras para evitar afogamento:
Ao andar de barco, caiaque ou lancha, respeite a capacidade de carga da embarcação e sempre use coletes flutuadores certificados e adequados ao tamanho e peso do usuário, pois, se o barco virar, você não corre o risco de se afogar;
Nunca entre na água logo após as refeições – quando estiver na praia ou pescando num rio, preferencialmente opte por alimentos mais leves. Os adultos que fizerem ingestão de bebidas alcoólicas, fazê-lo moderadamente, especialmente aqueles que estiverem supervisionando crianças pequenas;
Nunca mergulhe em águas desconhecidas, pois você não conhece a profundidade, irregularidades do terreno, nem o que está submerso (tronco de árvore, enrosco, pedras, etc).
Não permita de forma alguma que as crianças permaneçam sem supervisão de um adulto quando estiverem próximas a ambientes aquáticos (praia, rios, lagos ou piscinas);
Sempre colocar colete flutuador ou boias de braços em crianças pequenas ou naquelas que não sabem nadar;
Em piscinas existentes nas residências instalar gradil de proteção, e nos momentos em que não tiver um adulto na supervisão, não deixar crianças sozinhas, mantendo o portão fechado com cadeado.

Colaborou Arthur ÀVILA

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS