As cores e as suas influências

As cores podem ter interpretações diferentes de cultura para cultura, mas todas têm um significado e possuem grande influência no estado de espírito, humor e astral. A consultora de Comportamento Profissional e de Etiqueta Social, Maria Inês Borges da Silveira, professora do ISAE – Escola de Negócios, ensina como podemos tirar o melhor proveito das paletas de cores.

Segundo a especialista, a cor da pele e do cabelo determinam a escolha das cores para o vestuário, podendo deixar a pessoa mais radiante ou clean. Cores quentes aproximam, como é o caso do vermelho, do laranja e do amarelo. As cores frias têm o efeito de distância e repouso, como exemplo os tons de azul, verde e rosa. As cores neutras, como o preto, branco, marfim, gelo, pérola, palha ou areia, combinam com tudo. “Para criar harmonia, é interessante usar no máximo três cores em uma composição. O efeito fica ainda melhor quando duas cores são neutras”, explica.

Além da diversidade de tonalidades, há opções em tecidos, rendas, couros, malhas e padronagens geométricas que podem ser mescladas para compor um look equilibrado. Bom senso é a palavra chave na hora de criar um visual com estilo, sendo o clean o mais elegante. A seguir, a profissional lista o ideal, e o que deve ser evitado, ao usar cores e padronagens a seu favor:

– Tecidos com estampas graúdas, como xadrezes e poás, marcam, chamam atenção e engordam;

– Tecidos com estampa felina, presentes em looks modernos e despojados, não são indicados para o trabalho, pois dão conotação de sensualidade;

– Tecidos lisos compõem mais fácil com diversos tipos de acessórios. O esquema monocromático (diferentes tons da mesma cor) é o mais seguro;

– No trabalho as cores indicadas são as discretas e neutras que não chamem atenção. Pode-se dar um toque no visual usando detalhes coloridos em bolsas, sapatos, lenços, echarpes, etc;

– Preto ou azul marinho com branco ou vermelho são combinações que sempre funcionam muito bem;

– Investir em opostos complementares é a chave para combinar cores fortes, e a dica para equilibrar a produção é usar a cor nude, palha, castor ou terra;

– Tons delicados fazem mix sem restrição, mas pedem contraponto com uma peça de cor vibrante para dar vida à produção;

– O floral retrô miúdo, quase sempre presente no gênero Esporte ou Esporte Fino, com o máximo de três tons ou monocromático são elegantes.

Da REDAÇÃO

SEM COMENTÁRIOS