Aposentada cai no golpe da falsa compra

Idosos continuam caindo em golpes de estelionato em Rio Preto. Na última quarta-feira, dia 12, uma aposentada de 65 anos acreditou que haviam feito compras no seu cartão de crédito e acabou entregando um cartão para um falso técnico. O prejuízo foi de quase R$10 mil.

Moradora de um condomínio de alto padrão em Rio Preto, próximo ao Shopping Iguatemi, a vítima recebeu uma ligação da uma moça, que se identificou como Ana Paula, atendente da empresa Porto Seguro.

“Não estranhei porque ela tinha todos os meus dados, inclusive o número do meu cartão. Só hesitei em passar o meu CPF, que fiz só depois que recebi número de protocolo e um novo telefone para tentar bloquear o cartão”, comenta a vítima, A.M.P.F.

A golpista teria informado a aposentada que golpistas estariam tentando efetuar comprar com o cartão da vítima e, que para cancelar as transações era necessário a confirmação de alguns dados.

Uma das compras estaria sendo feita na empresa Lojas Americanas, no valor de R$3,5 mil e outra nas Casas Bahia no valor de R$1.781. As duas compras, sendo a atendente do cartão teriam sido detectadas como fraudulentas e por isso o contato com a aposentada.

“Disse a moça que não havia tentando comprar nada e que tudo aquilo era golpe. Ela me disse que iria mandar um técnico até a minha casa e que eu precisaria entregar uma carta relatando que as compras não haviam sido feitas por mim. Me disse ainda que eu precisaria entregar o cartão para que o mesmo fosse bloqueado e os valores estornados”, destacou.

Um rapaz branco, de estatura média, bem vestido e aparentando cerca de 25 anos foi até o condomínio e retirou o cartão e a carta com a aposentada. Na portaria o rapaz se identificou como Tiago Oliveira e disse que estava em nome da empresa Porto Seguros.

“Eu sai e acabei entregando o cartão, a carta e fornecendo a senha. Achei que estava tudo normal e que realmente eu teria o meu problema resolvido, mas só estou tendo dor de cabeça”, desabafou a aposentada.

Poucas horas depois, a vítima recebeu uma mensagem de SMS dizendo que uma compra no valor de R$9.707,50 havia sido efetuada com sucesso no cartão. Desesperada ela procurou a central do cartão para informar que havia caído em um golpe.

“Ainda não consegui resolver meu problema. Eles me pediram 10 dias úteis para tentar estornar a compra. Já pesquisei e sei que o cartão foi usado em uma empresa do segmento de alimentação aqui mesmo de Rio Preto. Procurei a polícia e agora vou ter que aguardar até que tudo seja resolvido”, disse a vítima.

O capitão Rafael Henrique Helena disse que todos devem ter cautela ao repassar dados pessoais.

“É preciso desconfiar de tudo e não fornecer nenhuma informação. Quando alguma ligação deste tipo for recebida, desligue e procure a empresa pelo telefone oficial, que deve constar no cartão ou em outro documento. Quando a fraude for detectada, procure imediatamente a polícia”, completou.

 

Por Jaqueline Barros

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS