Após uma semana, morre ex-policial baleado em Olímpia

Leandro Ribas da Silva, 40 anos, morreu nesta madrugada após sete dias internado. O ex-policial se envolveu em um tiroteio no último dia 11, na cidade de Olímpia.

Ribas foi atingido por um tiro na cabeça e estava internado em estado crítico na Santa Casa de Barretos.

A confusão que resultou na morte de Ribas começou após uma cobrança de dívida. O ex-policial foi até Olímpia, juntamente com o sargento aposentado Márcio Aparecido Macri cobrar o empresário Eurípedes Augusto, que possuía valores em aberto com um advogado de Rio Preto. Os valores ultrapassavam a casas dos R$300 mil, mas segundo o empresário os valores já haviam sido pagos.

Após uma discussão, mais de 20 tiros foram disparados e, além de Leandro, Laércio Marques, 57 anos e o empresário Eurípedes foram atingidos. Laércio, funcionário do empresário continua na UTI da Santa Casa de Olímpia em estado grave. Eurípedes segue em observação após ter sido atingido no braço.

O velório será no Cemitério São João Batista, em Rio Preto.

Por Jaqueline BARROS

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS