Após anos de imbróglios, pista de atletismo do Eldorado será reformada

Edinho destaca bom planejamento para a segunda recuperação da Pista de Atletismo

Quase sete anos depois, o Centro Esportivo do Eldorado finalmente será reformado. A obra tão esperada pelos moradores da Região Norte teve ordem de serviço assinada na manhã desta quarta-feira (23) pelo prefeito Edinho Araújo (MDB), ao lado de secretários, representantes da Caixa Econômica Federal e do consórcio responsável por toda a recuperação do espaço.

De acordo com o secretário de Planejamento, Israel Cestari, os recursos foram liberados em 2013, mas a Administração anterior (Valdomiro Lopes) entendeu que o dinheiro deveria ser investido somente na pista de atletismo.

Dhoje Interior

“Foi feito um projeto não de reforma do Centro Esportivo, mas de execução de uma nova pista a nível de Olimpíadas. No entanto essa pista estaria desprotegida, em um lugar sem fechamento”, disse Cestari.

O secretário ainda disse que o material usado na pista teria que ter cuidados especiais, como uso adequado de calçados. “Era uma pista em que só se poderia estar em cima usando tênis especiais emborrachados, um material assim precisa ser preservado. Era um projeto que não previa um fechamento da pista, não previa vestiários e nem mesmo chuveiros. O atleta viria lá do Estados Unidos, competiria aqui e não teria um lugar para tomar banho”, comentou o responsável pelo Planejamento que frisou a reavaliação da Administração de Edinho pensando em um projeto mais abrangente e planejado para que a comunidade use o espaço, garantindo maior custo benefício.

A secretária de Esportes e Lazer, Cléa Márcia Melara Bernardelli, comemorou a assinatura da ordem de serviço. “Estamos muito contentes porque vamos poder voltar a proporcionar aos atletas de nossa cidade e da região, um espaço completo. É um bom projeto, demorou, passou por várias etapas, mas graças a Deus conseguimos fazer do jeito que queríamos”, comemorou a secretária.

Edinho fez questão de salientar o trabalho das equipes envolvidas na elaboração do projeto, no desenrolar do ‘imbróglio’ da reforma e o que será feito no Complexo do Eldorado. “É um processo que estava travado por conta da sua complexidade. Os problemas se arrastaram, mas através de estudos conseguimos rever e reverter tudo isso”, disso o prefeito.

O chefe do Executivo ainda destacou a “licitação limitadora que compreendia apenas a pista, mas que as obrigações da Administração deveriam ser mais abrangentes” e por isso comemora a assinatura dessa ordem de serviço. “Lá na frente teríamos problemas, se tivéssemos mantido o projeto anterior, não havia bons projetos. Esse que foi licitado e aprovado atende a pista, uma das mais importantes do Brasil e isso vai atrair atletas e eventos para a cidade”, comentou Edinho que fez questão de lembrar tanto em discurso quanto em coletiva, que esta é a segunda vez que “precisa recuperar a pista de atletismo do Eldorado”.

O projeto prevê um contrato no período de 405 dias, com 300 para a execução que já teve início. A previsão dada pelo representante do consórcio é que as obras, que custarão aproximadamente R$ 10 milhões (contemplando as duas fases das obras) sejam entregues em agosto de 2020.

Por Ygor Andrade