Após 10 dias, caminhoneiros deixam a rodovia Washington Luís, em Rio Preto

O fim da greve dos caminhoneiros vem se aproximando, pelo menos na região de Rio Preto. De acordo com balanço da Polícia Rodoviária Estadual, nesta quarta-feira (30), os últimos caminhões se dispersaram dos pontos de manifestações na rodovia Washington Luís, entre Rio Preto e Mirassol.

“Com relação às manifestações dos caminhoneiros na nossa região, no início da manhã nós estávamos com aproximadamente 13 pontos de manifestações. A Polícia Militar, por meio do policiamento rodoviário, fez os contatos para que se garantissem os direitos de todos, tanto daqueles que ainda insistissem em se manifestar dentro da lei, pacificamente, quanto daqueles outros motoristas que queriam prosseguir viagem e assim também exercer seu direito de ir e vir”, disse Cláudio Ferreira, capitão da Polícia Rodoviária Estadual, que concluiu.

Dhoje Interior

“Tivemos um trabalho ardo durante todo o dia de hoje, desde as primeiras horas da manhã e no momento, dos 13 pontos, estamos com três pontos de manifestação, porém, somente com faixas, sem nenhum reflexo na rodovia propriamente dita. Mesmo nesses movimentos que estão com algumas faixas apenas, já estão se dispersando também, com a expectativa que até o final do dia esteja totalmente resolvida essa questão aqui na nossa região, mas vamos continuar monitorando essa situação para garantir o restabelecimento da ordem”, completou.

Em relação ao número de acidentes durante o período da greve dos caminhoneiros em Rio Preto, Ferreira afirmou que nada foi registrado. “Nós não tivemos nenhum registro de acidentes, ou incidentes, durante esse período das manifestações. Tivemos alguns relatos de ocorrências de danos a veículos, praticados por alguns dos manifestantes da região de Mirassol, mas, posteriormente, isso será devidamente investigado pela Polícia Civil. No momento, em Mirassol, nós não temos, pelo menos no trecho de rodovia, nenhuma manifestação, nenhuma aglomeração”, finalizou.

Por Marcelo Schaffauser