Aparecimento de escorpiões é mais comum em época de chuva

O verão, com as altas temperaturas e o aumento das chuvas, contribui para a proliferação de insetos e, consequentemente, o aparecimento de baratas e escorpiões que saem de seus esconderijos em busca de abrigo seco e alimentação.

Diversos casos de picadas de escorpiões vêm sendo registrados em Unidades Básicas de Saúde e hospitais de Rio Preto e região. O caso mais recente é o da jovem de 18 anos, Beatriz de Jesus dos Santos, moradora de Nova Granada, que morreu no Hospital de Base, em Rio Preto.

De acordo a mãe de Beatriz, dona Cícera Vanira de Jesus, no final da tarde de terça-feira (14), ela sentiu uma picada na região do pescoço. Ela foi encaminhada para a Unidade Básica de Saúde de Nova Granada, aonde já chegou passando mal.

Após várias convulsões, Beatriz começou a apresentar paralisia e formigamento nos braços. Ela foi transferida para Rio Preto, mas o quadro evoluiu e ela morreu depois de quatro dias internada na UTI.

A equipe de reportagem do Jornal DHoje entrou em contato com a Prefeitura de Nova Granada. Fomos informados de que a Secretaria de Saúde responderia pelo caso, no entanto, ninguém atendeu nossas ligações.

Em Rio Preto, a situação não está muito diferente. O engenheiro civil André Turquetti, 44 anos, mora no 15º andar de um prédio, no bairro Redentora. Ele contou que sua filha de três anos encontrou um escorpião amarelo na cozinha do apartamento. “A gente fica assustado, pois o prédio de dedetizado todo mês e ainda assim nós encontramos. Eu encaminhei para a portaria para que seja tomada alguma providência pela administração do condomínio, mas sei que não foi lixo que atraiu o animal”, explicou.

No bairro Vila Flora, zona leste da cidade, moradores reclamam do constante aparecimento de escorpiões. Eles culpam a falta de limpeza em uma área de proteção permanente por parte da prefeitura.

O Jean Daniel da Silva Pereira, 37 anos, tem uma criança de quatro meses e está preocupado com a segurança da criança. “Fazia mais de um ano que não encontrávamos escorpiões por aqui. Agora que encontrei e estou preocupado. Eu e minha esposa vistoriamos a casa toda, todas as noites, antes de dormir”.

Em nota, a prefeitura de Rio Preto informou que deve limpar a área na próxima terça-feira (21).

 

 

 

Como evitar acidentes:

– Verifique cuidadosamente calçados, roupas, toalha e roupas de cama antes de usá-los;

– Limpe periodicamente ralos de banheiro, cozinha e caixas de gordura;

– Mantenha camas e berços afastados, no mínimo, 10 cm da parede;

– Evite que lençóis toquem no chão;

– Feche frestas nas paredes, móveis e rodapés para que não sirvam de esconderijo para os escorpiões;

– Use telas nas aberturas dos ralos, pias e tanques;

– O acidente ocorre, geralmente, quando a pessoa encosta a mão ou pé no escorpião.

 

Como evitar a presença dos escorpiões:

– Não deixe acumular lixo e entulho nos quintais, jardins, terrenos baldios e ao redor das residências.

– Evite a formação de ambientes favoráveis ao aparecimento dos escorpiões como restos de obras, materiais de construção e terraplanagem, que possam deixar acúmulo de entulho, superfícies sem revestimento, umidade etc.;

– Coloque o lixo em sacos plásticos fechados para evitar baratas e outros insetos;

– Mude, periodicamente, de lugar materiais de construção que estejam armazenados e lembre-se de proteger as mãos com luvas grossas na realização do trabalho;

– Retire de paredes e muros plantas ornamentais densas, arbustos e trepadeiras;

– Elimine fontes de alimento para os escorpiões (baratas, aranhas, grilos e outros pequenos animais invertebrados).

– Limpe terrenos baldios das redondezas dos imóveis ocupados;

– Evite a prática de queimadas em terrenos baldios, pois desalojam os escorpiões, entre outros animais;

– Preserve os inimigos naturais dos escorpiões, especialmente aves de hábitos noturnos (corujas, João bobo etc), lagartos, sapos, etc.

– Mantenha jardins e gramados aparados e bem cuidados.

 

Da Reportagem

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS