Alunos realizam plantio de árvores na Grota de Mirassol

Os alunos dos 7º e 8º anos do Ensino Fundamental da Escola Estadual Anísio José Moreira realizaram, na manhã desta segunda-feira (26), o plantio de 250 árvores no Parque Natural Municipal da Grota de Mirassol. A ação é a segunda parte do projeto “Lixo no lixo escola no capricho”, que foi desenvolvido na escola, em 24 de setembro, no Dia de Mobilização de Recicláveis.

O plantio é uma parceria entre a escola e a Prefeitura de Mirassol. O projeto tem como objetivo fazer o reflorestamento de uma área importante da Mata Atlântica, que restou na região depois do desmatamento realizado pelo homem. Além disso, é uma forma de conscientizar os estudantes sobre a importância de preservar o meio ambiente.

De acordo com a professora de Biologia Carolina Della Corte, a equipe teve um cuidado redobrado na hora de escolher as espécies de árvores cultivadas. Deu-se prioridade à vegetação nativa da Grota. As árvores frutíferas, como goiabeira e amoreira, por exemplo, foram plantadas com o objetivo de resgatar a fauna da área. “Tivemos essa preocupação de plantar algumas árvores frutíferas, pensando nos animais que retiram o alimento da mata. Tendo recurso, é possível aumentar a população da fauna”, explicou a professora.

O local escolhido para fazer o plantio é uma área que servia de descarte de lixo orgânico. A restauração da mata é uma forma de ajudar o meio ambiente e também de eliminar problemas enfrentados pela população, que chegaram a encontrar animais peçonhentos no lugar. A cidade de Mirassol tem outras regiões que precisam de reflorestamento. Neste caso, o parque da Grota foi o escolhido, pois fica localizado próximo à escola.

Elma Vilela, professora de Geografia da escola, comenta que o projeto é uma forma dos alunos colocarem em prática tudo o que aprendeu em sala de aula. “Foram escolhidos os alunos do 7º e do 8º, pois eles já tiveram o conteúdo específico sobre meio ambiente e sustentabilidade. O plantio foi a forma que encontramos de fazer os alunos vivenciarem a experiência, por meio de um trabalho prático”, comentou a professora de Geografia.

A professora de Biologia destaca a relevância que o projeto tem na vida dos alunos. “É importante destacar a alegria e o entusiasmo dos alunos em colaborar com a reposição da mata. Eles estavam muito felizes por colaborar com o plantio. Além da conscientização, o projeto é muito importante para a vida deles”, ressaltou Corte.

Por Leandro BRITO

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS