Aleitamento Materno: amamentação é a base da vida

Ação- Banco de Leite Humano de Rio Preto lança no próximo dia 1º de agosto a Campanha de Aleitamento

Comemorando 10 anos de existência, Banco de Leite Humano de Rio Preto lança no próximo dia 1º de agosto a Campanha de Aleitamento. Ações em toda a cidade e atividades nas Unidades Básicas de Saúde marcam o mês que é dedicado a causa.

Foi lançada oficialmente ontem, na sede da Organização Pan-Americana da Saúde em Washington nos Estados Unidos a Campanha de Aleitamento Materno.

Nos primeiros meses de vida, não há alimento melhor e mais completo para o bebê que o leite da mãe. Além de suprir todas as necessidades nutricionais, ele ainda ajuda na formação do sistema imunológico, a prevenir alergias e intolerâncias, entre muitas outras vantagens que podem fazer toda a diferença no desenvolvimento da criança. Mas a verdade é que nem todas as mães conseguem amamentar e a frustração de não ter aquele momento especial de contato com o filho fica ainda maior quando aliada à preocupação com a saúde do pequeno.

Pensando nisso, Rio Preto lançou em outubro de 2008 o Banco de Leite Humano, conforme explica a enfermeira e gerente da unidade Priscila Celina Bonomo Theodoro.
“Aqui recebemos doações que são destinadas aos bebês que estão internados nas UTIs Neonatais do Município, trabalhamos com incentivo e apoio ao aleitamento materno. As doações em Rio Preto são positivas, em média pasteurizamos e distribuímos cerca de 120 litros de leite/mês. Em época de férias, como julho, dezembro e janeiro o estoque fica crítico e precisamos acionar a população que pode colaborar. O ideal será uma doação mês de 150 a 180 litros de leite”, completa Priscila.

Ucilene Maria da Silva, 28 anos teve um parto prematuro, de 32 semanas. O pequeno Theo nasceu no último dia 22 de julho, com pouco mais de 1,500kg e está na UTI Neonatal do Hospital da Criança e Maternidade. Ela tem uma rotina especial desde que ele nasceu para alimentá-lo com o leite materno.

“Desde que ele nasceu eu estou todos os dias na UTI para retirar o meu leite. Como ele é um bebê prematuro e ainda não suga o peito como deveria, eu faço a ordenha, coloco em uma seringa e alimento meu filho. Agora ele já pega peito e dou bem menos na seringa. Comecei com 16ml e complemento apenas com 5ml da ordenha manual. Em casa retiro o leite para estimular a produção. Todo o sacrifício vale a pena. Ver meu filho se desenvolvendo e evoluindo todos os dias, não tem preço”, comenta emocionada Ucilene.
Para ajudar na captação de leite, a Secretaria de Saúde do município conta com uma unidade móvel do Banco de Leite Humano, que completou 16 meses de funcionamento. A van percorre a cidade de ponta a ponta, com o objetivo de levar orientação sobre amamentação e doação do leite materno. O trabalho é realizado nas Unidades Básicas de Saúde e em quatro hospitais de Rio Preto.

Em todo o Brasil, são 215 unidades de Banco de Leite Humano espalhadas pelas cinco regiões do país, todas seguindo os mesmos procedimentos e normas estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A equipe da unidade móvel também realizou 267 atendimentos a mães e 2.313 orientações. A doação não prejudica a mãe nem o bebê. “Quanto mais leite a mãe retirar, mais leite ela vai produzir, pois o organismo entende que a mama esvaziou e precisa de nova produção”, explicou Priscila Theodoro.

Para ser doadora, é preciso estar com os exames de sorologia em dia. O cadastro pode ser feito na própria unidade móvel ou por telefone. “Depois do cadastro, o banco de leite fornece um frasco para fazer a coleta dentro de casa. Outro carro do Banco de Leite vai buscar a doação”, completou a gerente da unidade.

Para as mães que são doadoras e vão voltar ao trabalho antes do sexto mês do bebê, o Banco de Leite Humano devolve 50% do leite doado, já pasteurizado, o que prolonga a sua validade de 15 dias para seis meses.

O Banco de Leite Humano em Rio Preto fica localizado na avenida dos estudantes, 1886 – Jardim Aeroporto. Informações pelo telefone (17) 3214.3422. O atendimento é de segunda a sextas-feiras, das 7h às 17h e aos sábados das 8h às 14h.

Agosto Dourado
Durante todo o mês de agosto as Unidades Básicas de Saúde estarão voltadas para o Aleitamento Materno, além de eventos para a população.

 

Relação Das atividades

1 a 7 de agosto – Exposição Fotográfica no Plaza Avenida Shopping

2/08 -14h Roda de conversa no Shopping Iguatemi sobre Aleitamento Materno

3/08 – Instituto As Valquírias – Jardim Itapema / Roda de conversa sobre Aleitamento Materno

4/08 – 8h30 Represa – Caminhada com “mamaço”

5/08 – 9h00 Praça do Vivendas – Oficina de Sling (Carregadores de bebês, em tecido que trazem mais conforto para as mamães e as crianças)

6/08 – Oficina de Shantala (Técnica de massagem para bebês) na sede da Unimed na Bady

7/08 – Praça Ruy Barbosa com a Unidade Móvel do Banco de Leite, divulgados os serviços

8/08 – Amamentação a Base da Vida – Palestra na Sociedade de Medicina para profissionais da saúde

 

Por Jaqueline BARROS

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS