Água mineral de Potirendaba recebe prêmio internacional de qualidade

Água mineral Levity, de Potirendaba, conquistou o segundo lugar no concurso internacional Termatalia, realizado entre os dias 14 e 16 de setembro, em Foz do Iguaçu. Concurso contou a presença de 3 mil participantes de 36 países. (Foto Divulgação)

A água mineral Levity, de Potirendaba, recebeu prêmio de segunda melhor água gaseificada na Feira Internacional de Turismo Termal Saúde e Bem-estar (Termatalia), realizada na semana passada, em Foz do Iguaçu (PR). Considerado o mais importante do mundo no setor termal, a 18ª edição do concurso foi realizada pela primeira vez no Brasil.
A Termatalia reuniu cerca de 200 expositores de vários países que apresentaram produtos e serviços relacionados às aguas. De acordo com os organizadores foram mais de 3 mil participantes de 36 países.

O concurso internacional de degustação reuniu marcas de águas minerais naturais com gás e sem gás. O júri foi composto por especialistas em águas e hidrosommelliers do Brasil, Espanha, Argentina e França. A degustação foi feita às cegas. Os jurados experimentaram águas inscritas sem saber sua origem.

A Levity, produzida pelas Bebidas Poty, foi classificada como a segunda melhor água mineral natural gaseificada. O primeiro lugar ficou com a água de Cabreiroá, da Galícia, da Espanha. O concurso também premiou as melhores águas em outras três categorias: água mineral natural sem gás (de acordo com o grau de mineralização), água mineral com gás natural e água com embalagem inovadora.

De acordo com José Luiz Franzotti, diretor-presidente da Bebidas Poty, a premiação é motivo de orgulho e reconhecimento ao trabalho desenvolvido pela empresa. “A gente sempre soube que a Levity é uma água mineral de qualidade excepcional. Agora, ficamos muito honrados com este prêmio. Ele vem consolidar o trabalho que a gente faz em busca da qualidade. Comprova que estamos no caminho certo”, afirmou Franzotti.

Química e hidrosommelier da Termatalia, Joseani Saiyiuri Octaviani integrou a parte de jurados do concurso. A profissional explicou que foram avaliados 15 quesitos organolépticos, visuais, olfativos e gustativos. “Avaliamos testes como transparência, brilho, aroma, persistência, retrogosto e se a água é agradável ao paladar. No caso da água gaseificada avaliamos também a reação física do gás em harmonização com os minerais, além da sensação que proporcionam. No caso da Levity, as bolhas têm tamanho médio e estrutura persistente o que dá uma sensação prazerosa ao beber a água”, apontou.

Em 2019, a Termatalia retorna a sua sede original em Ourense, capital termal da Galícia, noroeste da Espanha. Conteúdo especial: Vinícius MAIA

 

Da REPORTAGEM

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS