Agentes penitenciários encontram celulares enterrados em areia no CPP

Durante ronda de rotina no Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Rio Preto, por volta das 20h20 desta segunda-feira, agentes penitenciários viram um grupo de detentos perto de uma quadra de areia e decidiram abordá-los.

Ao se aproximarem, os condenados se dispersaram e não foram identificados. No chão, os funcionários do sistema prisional encontraram enterrados dois celulares com chips. Os aparelhos foram apreendidos e entregues na Central de Flagrantes rio-pretense.

Daniele JAMMAL

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS