Advogado tem cheque adulterado após comprar celular

Foto: Cláudio LAHOS

A Polícia Civil de Rio Preto investiga um caso de estelionato em que a vítima é um advogado de 32 anos.

S.R.V., morador na Vila São José Operário, registrou boletim de ocorrência na madrugada desta segunda-feira, após verificar em seu extrato que um cheque no valor de R$ 370, utilizado para comprar um aparelho celular, teve o valor adulterado para R$ 2.748,00.

O cheque, que acabou sendo compensado pelo banco, foi preenchido em nome de G.S.

Daniele JAMMAL

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS