Advogado de Lula disse que continuará a tomar medidas para revogar prisão

O advogado Cristiano Zanin, da equipe de defesa do ex-presidente Lula, afirmou que continuará a tomar medidas para que a prisão seja revogada e admitiu que os advogados analisam a possibilidade de transferência de Lula para São Paulo.  Zanin não entrou em mais detalhes sobre sua conversa com o petista, afirmando que não poderia dar mais informações por ser um diálogo entre cliente e advogado.

A respeito do STF (Superior Tribunal Federal), Zanin disse que ainda acredita em uma reversão em relação à prisão. “Acredito em uma reversão, porque isso não é compatível com a nossa legislação. Nem a condenação, tampouco a prisão.”

A senadora Gleisi Hoffmann, presidente do PT, não conversou com o ex-presidente Lula, mas foi até a Superintendência da Polícia Federal de Curitiba. “Conversei com o Doutor Zanin. Ele disse que ontem correu tudo bem. O presidente foi bem tratado, foi respeitado. Disse também que o Lula foi colocado em instalações que são dignas e que ele estava bem. Tranquilo, mas cansado.” Afirmou a senadora.

Gleisi e os advogados também negociam com a Justiça e Superintendência da PF sobre a possibilidade de o ex-presidente receber visitas políticas. “Senadores e deputados têm a representatividade pública e teriam o direito de visitar Lula, que também é uma figura política. E tem ainda a visita dos familiares.”

A senadora informou que deve realizar uma reunião de Executiva Nacional nesta segunda, com o objetivo de definir os rumos do partido após a prisão do ex-presidente Lula.

Da Redação

 

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS