Administração de floresta é repassada para prefeitura de Bebedouro

A administração da Florestal de Bebedouro está agora sob a responsabilidade do município. Em uma reunião por videoconferência, na última sexta-feira (14), o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, assinou o Termo de Permissão de Uso da Área. Participaram o diretor-geral do Instituto Florestal (IF), Luis Alberto Bucci, o prefeito, Fernando Galvão, e o técnico Rogério Valverde.

“A floresta será muito bem utilizada pelo município tanto para educação ambiental quanto para o turismo. Este, um grande aliado da natureza, pois quem conhece o meio ambiente, cuida. É isso que queremos”, salientou Penido.

Dhoje Interior

30 anos – A permissão a título precário e gratuito é pelo prazo de 30 anos. Nesse período, a área de 94,27 hectares será revitalizada e abrigará atividade de uso público, educação ambiental, recreação, lazer e turismo. “É um presente para Bebedouro. Estamos unindo esforços para que a área seja aproveitada integralmente”, comemorou Fernando Galvão.

Ecossistêmicos – Além do turismo e educação ambiental, Bucci salientou que a área protegida fornece serviços ecossistêmicos para o município, sendo vizinha a captação de água. Vale lembrar também que as pesquisas em andamento no território não sofrerão qualquer alteração e a outorga é revogável a qualquer tempo.

Floresta – A Floresta de Bebedouro foi criada em novembro de 1927. É considerada de grande importância para o município. Sua biodiversidade crescente devido a regeneração natural de sua vegetação nativa protege parte do Córrego do Retiro, a partir do ponto de captação de água para abastecimento do município.

As florestas exóticas de pesquisa e produção foram substituídas pelo reflorestamento com árvores nativas e a regeneração natural da vegetação nativa ocupa a maior parte da área.

Da Redação DHoje Interior com informações Gov. SP