Açougueiro furta celular da enteada e ameaça pôr fogo na vítima

Depois de furtar, na noite da última terça-feira, o Motorola G7 da enteada, a cabeleireira M.T.G.S., 23, moradora no Jardim Marajó, o açougueiro W.P.S.J., 38, exigiu no início da manhã desta quinta-feira que ela entregasse o carregador, porque a bateria do aparelho estava esgotada.

Diante da negativa da jovem, que descobriu nesse intervalo que o padrasto havia habilitado outro número no telefone, excluindo aplicativos e modificando o Whatsapp, o acusado jogou o celular no chão várias vezes, danificando-o.

Dhoje Interior

Em seguida, o homem teria ameaçado M. que se ela procurasse a polícia “atearia fogo nela e na casa onde mora”.

A vítima procurou a Central de Flagrantes de Rio Preto, onde foi feito boletim de ocorrência por dano, ameaça e violência doméstica. A denúncia será investigada pela DDM (Delegacia de Defesa da Mulher).

Daniele JAMMAL