Acidentes fatais de trânsito crescem 19% em agosto na região

Foto: Colaboração leitor

Os novos números do Infosiga SP, gerenciado pelo Respeito à Vida, programa da Secretaria de Governo coordenado pelo Detran, revelaram um aumento de 19% no número de mortes em acidentes de trânsito durante o mês de agosto deste ano na região de Rio Preto em comparação com o mesmo período no ano passado.

Foi o quarto maior crescimento do Estado, ficando atrás de Marília (100%), Baixada Santista (77%) e Itapeva (67%).

Dhoje Interior

Considerando apenas o município de Rio Preto foram três acidentes com vítimas fatais em agosto. Todos eram do sexo masculino, dois estavam de motos e dois morreram no local do acidente. Além disso, a faixa etária de duas das vítimas era de 30 a 35 anos, informa o relatório.

De acordo com os dados do Infosiga SP, foram contabilizados óbitos em 20 cidades da região. No total foram 31 mortes, sendo os motoqueiros e ciclistas responsáveis por quase dois terços dos casos. Ainda segundo as estatísticas, 93% das vítimas foram homens. Dentre os óbitos registrados, os municípios que se destacam são: Catanduva (3), Votuporanga (3), Mirassol (2), Fernandópolis e Tanabi (2).

Por outro lado, o Estado de São Paulo como um todo, chegou ao patamar mais baixo da série histórica. Entre janeiro e agosto de 2020, São Paulo registrou 3.183 vítimas fatais, 26% a menos do que no mesmo período de 2015, quando a medição teve início, com 4.327 óbitos.

A queda inédita também se reflete no número de atropelamentos, que chegou a 758 vítimas fatais neste ano, contra 1.196 em 2015, ou seja 37% a menos de óbitos. O mesmo ocorre nos acidentes com vítimas fatais envolvendo automóveis, que chegou a 755, queda de 30%. Dessa forma, apresentando novamente o menor índice da série histórica.

“Esse acompanhamento nos permite tomar decisões mais assertivas, desenvolvendo políticas públicas mais consistentes para a diminuição de mortes no trânsito paulista. E agora, o sistema assumirá uma importância ainda maior, na medida em que estará diretamente vinculado a nossas campanhas e ações para tornar o trânsito menos violento”, afirmou o diretor-presidente do Detran.SP, Ernesto Mascellani Neto.

Em todo o Estado, no mês de agosto deste ano, foram registrados 447 óbitos contra 480 no ano passado, queda de 7%. Acidentes de trânsito, que incluem ocorrências sem vítimas fatais, registraram redução de 7,1% em vias urbanas e rodovias do Estado (14,7 mil acidentes em maio deste ano contra 15,8 mil em 2019).

De acordo com os dados do Infosiga SP, houve queda de 3,9% nos acidentes fatais em vias municipais, que concentram 50,1% dos casos. Nas rodovias, a queda foi de 11%. Em nove regiões administrativas do Estado houve redução dos índices.

O sistema revela ainda que no mês de agosto deste ano quase 40% dos acidentes ocorreram por conta de colisões entre veículos. Logo atrás vêm os acidentes por choque contra objetos fixos (20,8%) e atropelamento (22,6%).

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior