Ação orienta pedestres em rodovias

Ação - Pedrestres são orientados sobre a importância de trafegarem pelo passarela

Em 2017, 1.596 pedestres morreram em acidentes de trânsito no Estado de São Paulo. Destes, 596 foram em rodovias. Os dados são do relatório do Infosiga SP (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo).

Buscando diminuir as estatísticas, a Polícia Militar Rodoviária e a AB Triângulo do Sol, em parceria com a Agência de Transportes do Estado de São Paulo, realizaram mais uma edição da campanha “Pedestre na Via”.

De acordo com a responsável pela ação, Carina Domingos, o objetivo é conscientizar. “Orientamos os usuários de que a única forma segura de atravessar uma rodovia é pelas passarelas”, afirma.

A atividade foi realizada na tarde de segunda-feira (26), no km 440+700 da Rodovia Washington Luís (SP-310), em São José do Rio Preto. Profissionais aconselharam a população pelos riscos do não uso das passarelas. Foram distribuídos folhetos explicativos e um kit com bolo e suco ao final da travessia para estimular a passagem correta pela via.
A campanha Pedestre na Via ocorre durante todo o ano em diferentes cidades. O intuito de todas as operações é “mostrar que não são apenas os motoristas que precisam ficar atentos. Os pedestres também precisam assumir comportamentos seguros para evitar acidentes”.

Cuidados para os ciclistas

Para atravessar as rodovias, os ciclistas também devem usar as passarelas. “A nossa orientação para este grupo é de que eles desçam da bicicleta e a empurrem por todo o trajeto, sempre pelas passarelas”, explica a responsável pelo “Pedestre na Via”, Carina Domingos.

O tráfego de bicicletas em vias rodoviárias é permitido em pistas duplas. A circulação deve acontecer em acostamentos ou nas extremidades da estrada e no mesmo sentido dos veículos, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

 

Por Marina LACERDA

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS