A importância da Espiritualidade na busca do equilíbrio físico, emocional e mental

Na difícil tarefa de conquistar uma existência saudável, equilibrada e feliz, o ser humano depara-se, muitas vezes, com a necessidade de achar um novo significado para a vida, o qual abarque mais que as questões materiais. Muitos encontram a satisfação dessa necessidade na Espiritualidade, esteja esta ligada a Deus, a uma força da Natureza ou, simplesmente, ao ‘eu’ interior. Também a vivência do Amor Fraterno, da Paz, do respeito e da compaixão ajuda a alcançar esse objetivo, pois quando esses valores humanos são potencializados, conduzem o indivíduo ao equilíbrio e ao caminho da felicidade.

Conectada ao aperfeiçoamento do próprio ser, a Espiritualidade contribui para a resolução de problemas íntimos e coletivos, afetando, de maneira expressiva, a sociedade. Com base nesse entendimento, o diretor-presidente da Legião da Boa Vontade (LBV), jornalista, radialista e escritor José de Paiva Netto, fundou, em 21 de outubro de 1989, em Brasília/DF, o Templo da Boa Vontade (TBV), considerado o símbolo maior da Espiritualidade Ecumênica e respeitado meio de estabelecer essa indispensável conexão entre a criatura e seu Criador.

O monumento recebe, todos os anos, mais de um milhão de visitantes, segundo dados oficiais da Secretaria de Estado de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF). Isso se deve ao fato de proporcionar ambientes que, especialmente destinados à oração e à meditação, auxiliam na conquista da tranquilidade do corpo e da mente, tranquilidade essa essencial para que possam ser enfrentados os desafios diários.

“O Templo da Boa Vontade, o Templo do Ecumenismo Divino, é um lugar onde todas as pessoas que tiverem necessidade de um agasalho para o sentimento poderão chegar e ser bem recebidas”, afirma Paiva Netto.

“Investigando Espírito, cérebro e mente”

Há muito tempo, especialistas, cientistas e pensadores empenham-se em compreender de que forma ocorre a relação entre o cérebro e a mente. Seria a mente um subproduto do cérebro ou ela atuaria independentemente dele? Esta é uma das questões para as quais se investigam respostas. Por meio da neuroteologia, também conhecida como bioteologia ou neurociência espiritual, avalia-se o que procede com o cérebro de uma pessoa envolvida em atividades e experiências espirituais e religiosas.

O dr. Andrew Newberg, neurocientista e diretor de pesquisa do Centro Myrna Brind para Medicina Integrativa, do Hospital Universitário Thomas Jefferson, na Pensilvânia, nos Estados Unidos, vem estudando o assunto, sendo um dos principais pesquisadores na comunidade científica. Ele estará na capital federal, em 18 de outubro de 2019 (sexta-feira), para participar, ao lado de outros renomados especialistas, do Fórum Mundial Espírito e Ciência, da LBV, que abordará o tema central ‘Investigando Espírito, cérebro e mente’.

Segundo o dr. Newberg, a neuroteologia esforça-se para compreender a relação entre o cérebro e o ‘eu’ religioso e espiritual. Ele destaca que perspectivas futuras da religião apontam para o surgimento de uma Espiritualidade voltada para a saúde. Espiritualidade essa que será desenvolvida em um cenário de tolerância e de pluralidade.

Na palestra que fará, o neurocientista apresentará ao público do evento experiências que adquiriu por intermédio de suas pesquisas. “Há muita informação a ser compartilhada, inclusive exames cerebrais de pessoas em momento de prece, além de um entendimento mais geral sobre o que nos compõe, nosso cérebro e nosso corpo, que nos ajuda a ser espirituais e também [a saber] como podemos usar essas informações para entender quem somos e como interagimos com o mundo à nossa volta”, enfatizou.

O impacto da Espiritualidade na saúde

Inúmeros são os relatos de pessoas que encontram na ambiência que o Templo da Boa Vontade propicia o apoio para a superação dos mais diversos desafios. A história do sr. Adenir Valentin, de Taquaritinga/SP, é um bom exemplo disso. Usuário de substâncias lícitas (cigarro e álcool) há mais de quarenta anos, ele constatou que os vícios afetavam não apenas a saúde dele, mas também a dos familiares próximos e por essa razão decidiu mudar de vida.

“Meu neto nasceu com um problema respiratório e, na época, ele morava comigo. Toda vez que ia fumar, precisava me deslocar, fumar lá fora [da casa] e voltar correndo para dentro. Aquilo foi me incomodando, principalmente porque percebi quanto isso alterava a respiração dele”, relatou.

Além do uso do cigarro, o consumo de álcool influenciava na rotina do lar. “Eu comecei a ficar agressivo com a minha esposa e isso foi afetando a minha relação familiar com os filhos”, contou. Na Fé, ele conseguiu o apoio de que precisava para vencer a luta contra a dependência dessas substâncias. “Nas minhas idas ao TBV, eu ganhei forças e reagi contra os vícios”, declarou. Por isso, a visita ao Templo da Boa Vontade tornou-se, para o sr. Adenir, um compromisso sagrado na vida dele e na de seus familiares. “Vamos, com muita alegria, [ao TBV] para agradecer e buscar conhecimento espiritual”, salientou.

Convite para a família e os amigos

Neste ano, o Templo da Paz, como igualmente é denominado o Templo da Boa Vontade, completará seu 30º aniversário de existência. Para celebrar a importante ocasião, está programada uma série de eventos, que se realizarão durante o mês de outubro, em especial nos dias 18 e 19. O ponto alto é a sessão solene, a qual ocorrerá no dia 19 (sábado), no período da tarde, na Praça da Paz, sob o comando do fundador do TBV, José de Paiva Netto, que transmitirá uma mensagem fraterna, ecumênica e de Paz a todas as famílias do Brasil e do exterior.

Participe com sua família e seus amigos! O Templo da Boa Vontade, eleito uma das Sete Maravilhas de Brasília, está localizado na Quadra 915 Sul. Informações pelo tel. (61) 3114-1070 ou no site www.amigosdotbv.org.

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS