“A curva começa a se estabilizar no pico”, diz secretário de saúde

Alto número de denúncias falsas dificultam trabalho da Vigilância Sanitária/ Foto: Divulgação SMCS

A Secretaria de Saúde de São José do Rio Preto atualizou os casos de coronavírus no município nesta quarta-feira (1). Foram 222 novos casos confirmados, sendo que 54 foram diagnosticados em profissionais de saúde. No total, a cidade contabiliza 2.848 casos, sendo 539 de trabalhadores da saúde.

Rio Preto também registrou três óbitos, um homem de 51 anos e duas mulheres de 40 e 69 anos, todos com comorbidades. Desde o início da pandemia, o munícipio totaliza 83 óbitos. Foram 174 pacientes que receberam alta nesta quarta-feira (1), sendo 1782 recuperados no total (equivalente a 62% dos casos).

Dhoje Interior

O número de internados com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) também subiu de 218 internados, na terça-feira (30), para 252 nesta quarta-feira (1). Destes, 80 estão em UTI e 172 estão na enfermaria.  A expectativa é de que 264 pacientes ainda sejam internados dentro dos próximos dias, gradativamente.

O Secretário de Saúde Aldenis Borim comentou a respeito dos casos. “Existe uma estabilização em alta do número de casos. Estamos com uma média de 120 casos por dia e estamos mantendo essa média nas últimas três semanas. Não estamos ainda na decrescente, mas é um indicador de que a curva começa a se estabilizar no pico”, afirmou.

Ele também falou sobre o uso da ivermectina. “Esse comitê, desde o primeiro dia, se baseia sempre em dados científicos. A ivermectina não tem nenhum trabalho científico ou consistente publicado que leva a cidade a fazer um protocolo específico para ela. Gostaríamos de esclarecer que não proibimos o uso da ivermectina. Se o médico entender que deve receitar e se tiver disponibilidade na Secretaria de Saúde, nós iremos atender”, comentou.

Por Vinicius LIMA – redação Jornal DHoje Interior