3°DP tem maior números de crimes registrados

O DHoje Interior, com os dados atualizados na última segunda-feira pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, fez um levantamento do Distrito Policial que registrou maior número de ocorrências de janeiro a agosto deste ano. O 3º Distrito Policial ganhou disparado. De acordo com a Polícia Civil, o efetivo não acompanhou o crescimento populacional.

De acordo com os dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP), o 3° Distrito Policial (DP) de Rio Preto é o que tem maior número de ocorrências registradas. De janeiro a agosto deste ano foram 1,2 mil crimes registrados e 490 inquéritos instaurados. O levantamento feito pelo DHoje Interior mostra que o 4º DP ficou em segundo lugar, com 1.221 casos registrados e 289 inquéritos instaurados; em seguida vem o 6º Distrito, com 598 ocorrências registradas e 171 inquéritos.

Segundo a polícia, a abrangência do 3º DP ficou maior com o crescimento populacional. Nos últimos anos, a população cresceu e o efetivo da Polícia Civil não aumentou.
O 3° Distrito Policial fica na região Leste da cidade. De acordo com Departamento De Polícia Judiciária De São Paulo Interior (Deinter 5), o alto índice de registros é relacionado ao aumento da população no local. “Essa quantidade de ocorrência está relacionada com o desenvolvimento população local. O crime em si pode ter variações de acordo com os períodos do ano e isso pode variar por bairro”, explica o delegado Paulo Sumariva.

Ainda de acordo com a Secretaria de Segurança Pública, na região do 3° DP foram efetuadas 345 prisões, 202 pessoas foram presas em flagrantes. Na região, 181 casos registrados foram relacionados ao tráfico de drogas.

Durante visita a Rio Preto, no dia 19 de setembro deste ano, o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Mágino Alves Barbosa, prometeu melhorias no serviço das policias civis e militares do município.

De acordo com secretário, novos concursos serão abertos para aumentar o número de funcionários na Polícia Civil. “Até dezembro vamos abrir as inscrições para vagas de escrivão, investigador e delegado”, promete.

 

Por Mariane Dias

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS