1ª saidinha do ano vai beneficiar 48 mulheres

CRF- A detenta quem não voltar será considerada foragida da Justiça

A partir das 8h desta sexta-feira (9), 48 mulheres do Centro de Ressocialização Feminino (CRF) de Rio Preto, que cumprem regime semiaberto, terão a primeira saidinha do ano. As detentas ficarão em liberdade até o dia 15, às 16h, prazo final para retornar à penitenciária. Quem não voltar será considerada foragida da Justiça.

Segundo informações do gabinete do juiz Zurich Oliva Costa Netto, o índice de não retorno na última saidinha em dezembro do ano passado foi de 3%, o que é considerado baixo para a quantidade de presos.

Na próxima semana, assim que as mulheres voltarem será a vez de 1040 homens do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) receberem o benefício da saidinha. A partir do dia 15, às 6h, os presos, também em regime semiaberto, serão liberados e terão até o dia 21, às 16h, para retornarem.

De acordo com o gabinete do juiz, a maioria dos presos trabalham fora e não saíram de tornozeleira, porque não existe mais contrato com o Estado. Ao todo, oito presos, dos 1040, ficaram na penitenciária por motivos de faltas ou ligações com facções criminosas.
O número de presos liberados ainda pode aumentar, já que outros 507 casos estão em análise na Vara de Execuções Criminais de Rio Preto e dependem da aprovação do juiz para serem confirmados, o que deve ocorrer na tarde desta sexta-feira.

 

Da REPORTAGEM

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS