1,6 mil funcionários do HB votam sobre reajuste no 1º dia de assembleia

Foto Raphael Costa

De um universo de 4 mil trabalhadores, 1,6 mil compareceram nesta quarta-feira para votar se aceitam ou não o reajuste salarial de 2% proposto pela direção do Hospital
de Base de Rio Preto. A grande adesão surpreendeu ao Sindicato dos Empregados em
Estabelecimentos de Serviços de Saúde (SinSaúde).

“A adesão foi muito boa, principalmente por se tratar do primeiro dia da assembleia. Não
esperávamos uma participação tão significativa e estamos muito felizes com o grau de conscientização dos trabalhadores que, de forma democrática, estão decidindo o que querem para a sua categoria”, enfatizou o presidente do sindicato, Reinaldo Dalur de Souza. Segundo o sindicalista, os votos estão sendo coletados em cinco urnas, sendo quatro espalhadas no HB e uma na sede da entidade.

“Estou verificando com o nosso jurídico a possibilidade de designar uma dessas urnas
itinerantes para percorrer UBSs e postos de saúde, onde atuam mais de 500 funcionários
do hospital, porque é muito difícil para esses trabalhadores conseguirem se deslocar para
exercerem o direito ao voto”, acrescenta.

IMBRÓGLIO
O impasse envolvendo o índice de reajuste está sem solução há dez meses, quando
começaram as negociações. Com data base em maio, desde abril de 2018 o sindicato tenta fechar um acordo com a direção do HB Dos 5% de aumento solicitados no início da campanha, o hospital concedeu um reajuste antecipatório de 2%. A reivindicação do SinSaúde é de 3%.

A assembleia que prossegue hoje e tem votação encerrada amanhã vai determinar se a
categoria aceita a proposta do HB ou se adere à greve.

 

Por Daniele JAMMAL

COMPARTILHAR

SEM COMENTÁRIOS